.

.

Info Comerciário 194/2019

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tema para o 20 º congresso Sindical Comerciário

Já está definida a programação do 20º congresso Sindical Comerciário, que ocorrerá nos dias 25, 26 e 27 de agosto no Centro de Lazer dos Comerciários em Praia Grande. O tema central será “Congresso Sindical dos Comerciários: duas décadas avançando e consolidando conquistas”. O presidente do Sincomerciários de Matão, José Carlos Pelegrini, é o coordenador do Congresso e Paulo César da Silva, do Sincomerciários de Limeira, o sub-coordenador. 

Pelo Trabalho Decente

Designado pela Força Sindical conselheiro técnico, representante dos trabalhadores, Luiz Carlos Motta, presidente da Fecomerciários e Tesoureiro da Força está participando da 100ª Sessão da Conferência Internacional do Trabalho (CIT), promovida pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), junto com a delegação da Central. 

O evento anual é composto por 183 Estados-membros, os quais são representados por uma delegação composta por dois delegados governamentais, um delegado dos empregadores, um delegado dos trabalhadores e seus respectivos conselheiros. 

Os temas em geral, discutidos na Conferência, englobam um único objetivo que também é defendido pela Fecomerciários: a promoção do trabalho decente. O evento acontece em Genebra, na Suíça, entre os dias 1 e 17 de junho.

Trabalho Escravo: pode estar acontecendo perto de você!



O que é o trabalho escravo contemporâneo? Essa é a pergunta que nortea a Campanha Nacional de Combate ao trabalho escravo do Ministério Público do Trabalho (MPT), lançada em Brasília.

Muitos pensam que esse tipo de afronta a dignidade humana é só encontrada no campo mas, pesquisas atuais revelam, que essa irregularidade trabalhista migrou para as empresas, para cidades e para a construção civil. A prática fere os direitos humanos.

“A Campanha visa promover a educação e a conscientização do empregador, trabalhador e da sociedade”, explica a Procuradora do Trabalho, Débora Tito Farias, coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo do MPT (CONAETE), referindo-se ao propósito da ação.

A primeira campanha publicitária do MPT desconstrói a ideia de que trabalho escravo é algo distante e só acontece no meio rural, alertando para as condições análogas ao trabalho escravo no meio urbano, em geral nas indústrias de confecção têxtil.

Outro ganho relevante da campanha foi a definição do que vem a ser condições degradantes de trabalho e jornada de trabalho extenuante, conceitos até então julgados como sendo vagos e que serviam como respaldo para empregadores justificarem a adoção de regime de trabalho escravo.

No Brasil, 20 mil trabalhadores estão em situação de trabalho escravo.
Ministério Público do Trabalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...