.

.

Info Comerciário 194/2019

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Nota oficial sobre fusão entre o Pão de Açucar e o Carrefour

Fusão com preservação dos empregos e transparência

As direções da Força Sindical e da Fecomerciários, representando 65 Sindicatos de trabalhadores no Comércio do Estado de S. Paulo, divulgaram hoje a seguinte nota sobre a fusão entre o Pão de Açúcar e o Carrefour:

Os trabalhadores estão preocupados com a fusão anunciada das empresas do setor varejista Pão de Açúcar e Carrefour. Externamos também nossa preocupação pela preservação dos empregos, visto que em alguns locais haverá sobreposição de lojas, resultando, provavelmente, em fechamento.

É importante que as partes envolvidas abram negociação com as entidades representativas dos trabalhadores para evitar desemprego nesse importante setor econômico. Queremos transparência e lisura na discussão, visto que parte dos investimentos da fusão virá do BNDES, ou seja, por intermédio de verbas públicas.

A fusão pode ser o início de uma concentração predatória, que poderá gerar monopólio no setor varejista. A união das empresas criará uma gigante que dominará praticamente um terço do varejo supermercadista brasileiro. Claro indício de que haverá concentração, gerando potencial anticompetitivo.

Entendemos que esta concentração não pode ditar regras no mercado com impacto negativo para os consumidores, como o monopólio de preços. Por isto, vamos alertar o Cade para que regras claras para este setor varejista, que pode viver uma nova fase a partir desta união, sejam estabelecidas.

Preocupados, os trabalhadores brasileiros anseiam que a fusão aconteça de forma transparente, para que um eventual ônus não seja pago por toda a sociedade brasileira.

Paulo Pereira da Silva (Paulinho) - presidente da Força Sindical
Luiz Carlos Motta - presidente da Fecomerciários

6 julho - Dia Nacional de Mobilização dos Trabalhadores

As Centrais Sindicais: Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Força Sindical, Nova Central e União Geral dos Trabalhadores (UGT) convocam toda a sua militância para um ato em Brasília no dia 6 de julho, definido como Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Agenda dos Trabalhadores.

A mobilização convoca entidades estaduais, sindicatos e federações filiadas. Além da redução da jornada de 44 para 40h sem redução de salários, a agenda inclui ainda a regulamentação da terceirização, o fim do fator previdenciário, a atualização dos índices de produtividade do campo, a reforma agrária, ratificação de convenções da OIT, entre outros.

O Sincomerciários estará presente nesta mobilização.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Olhar feminino no FMI

A francesa Christine Lagarde foi escolhida como nova diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), informou nesta terça-feira (28) a entidade. Ela torna-se a primeira mulher à frente do principal cargo do Fundo.

O comitê executivo do Fundo, com 24 países-membros, nomeou por unanimidade a francesa para um mandato de cinco anos, começando em 5 de julho, segundo comunicado. A vitória foi assegurada após países emergentes como Brasil, China e Rússia terem declarado apoio a ela. Os EUA também endossaram o nome da francesa. 

Esperamos que o olhar feminino torne a instituição mais humanizada, transparente e que o FMI continue sua trajetória dos últimos três anos, quando passou por importantes reformas e colocou os países emergentes em posição de maior protagonismo. 
Mídia online

Megas fusões preocupam Comerciários

Blog da Fecomerciários
As megas fusões preocupam os comerciários de todas as regiões, uma vez que, se mal conduzidas poderão gerar desemprego. Magazine Luiza/Baú, Pão de Açucar/Carrefour são os exemplos mais recentes. 


A Fecomerciários está atenta aos desdobramentos desses negócios e pretende manter um diálogo franco e aberto com as empresas a fim de evitar transtornos  aos comerciários envolvidos nesses processos.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Todos no ato dia 3 de agosto

(Paulinho da Força)
"Como trabalhadores, nossa principal tarefa neste momento é fazer pressão sobre o governo, os parlamentares e o setor empresarial para que estes acatem nossa pauta unitária de reivindicações, que contempla a redução da jornada, sem redução de salários, o fim do fator previdenciário e a regulamentação do serviço terceirizado.

Nesta defesa, é fundamental nossa mobilização para o grande ato que faremos em São Paulo, no dia 3 de agosto, com passeata e participação de milhares de trabalhadores de todos os ramos de produção e categorias.

Nossos dirigentes sindicais, em todos os estados, têm como tarefa divulgar a pauta na porta das fábricas e buscar apoio político junto a deputados federais para exigir a votação e aprovação dos projetos de interesse dos trabalhadores que estão no Congresso Nacional.

Precisamos também divulgar ao máximo o calendário de lutas para o segundo semestre, que contabiliza ações unitárias das centrais sindicais em todas as regiões do país, para demonstrar a força dos trabalhadores e do sindicalismo brasileiro e conquistar apoio de toda a sociedade brasileira para as nossas bandeiras de luta, que são de amplo alcance social.

A unidade de luta em todos os estados e a consciência da importância da mobilização do dia 3 para o desenvolvimento do país, com distribuição de renda e justiça social, vão fortalecer o nosso movimento. Vamos participar!"


Fazemos nossas as palavras do companheiro Paulinho da Força.

Carrefour anuncia proposta de fusão com Pão de Açúcar

A Tribuna.com.br - 28 de junho de 2011 - 07h12
O grupo francês Carrefour anunciou nesta terça-feira ter recebido uma proposta de fusão de ativos no Brasil com os da Companhia Brasileira de Distribuição (CBD), do grupo Pão de Açúcar.
 
A proposta foi formulada em 27 de junho pela empresa brasileira Gama, que pertence ao fundo BTG Pactual, com o apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Se a operação for concretizada, a Gama se tornará um acionista de referência do Carrefour, número dois mundial do setor de distribuição com uma participação de 18% em seu capital.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Para cada R$ 100 de salário, brasileiro deve R$ 40

A dívida total das famílias no cartão de crédito, cheque especial, financiamento bancário, crédito consignado, crédito para compra de veículos e imóveis, incluindo recursos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), corresponde a 40% da massa anual de rendimentos do trabalho e dos benefícios pagos pela Previdência Social no país, aponta um estudo da LCA Consultores. Isso significa que para cada R$ 100 em salário, o brasileiro deve R$ 40.


Ficar devendo nunca é um bom negócio. Ao invés de se endividar, guarde o dinheiro e compre à vista.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

SFT vai fixar novas regras para o Aviso Prévio em caso de demissão

O Supremo Tribunal Federal - SFT pretende fixar regras para que o aviso prévio seja proporcional ao tempo de serviço do trabalhador. Esta é uma reivindicação tão antiga quanto as 40 horas semanais de trabalho, sendo uma das principais bandeiras do movimento sindical brasileiro. As centrais sindicais pressionam o Congresso Nacional para que seja aprovada a Convenção 158 da Organização Mundial do Trabalho (OIT), que dificulta as demissões sem justa causa.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Reajuste diferenciado para aposentados com mais de 60 anos

Os aposentados e pensionistas, com idade superior a 60 anos poderão ter um reajuste maior e diferenciado dos demais segurados da Previdência Social, já a partir de 2012. O tema foi discutido ontem, durante reunião no Ministério da Previdência Social, que envolveu líderes da categoria, as centrais sindicais e representantes do Governo. 
Durante a reunião foi aprovada a criação de um subgrupo técnico em conjunto com o IBGE para discutir a criação de um novo Índice Nacional de Preços para a Terceira Idade e o estabelecimento de uma política duradoura do poder de compra das aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo. Essa sugestão, entretanto, vai depender agora, segundo Warley Martins, presidente da Confederação Brasileira de Aposentados (Cobap), da articulação política junto ao Ministério do Planejamento.
Ficou acertado qu os aposentados vão receber, a partir de janeiro de 2012, a diferença de 0,06% de reajuste em seus benefícios, que será pago de uma só vez e retroativo a janeirode2011 e também o pagamento do teto previdenciário, que vai beneficiar cerca de 140 mil aposentados. 
A Tribuna

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Novo modelo para Perícias Médicas no INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve colocar em operação, em janeiro de 2012, um novo modelo de perícias médicas. Pela proposta, quem entrar com pedido de afastamento por motivo de doença de até 120 dias, será dispensado de realizar a perícia.

Inicialmente, o instituto deverá liberar da perícia quem entrar com pedido de auxílio-doença por até 30 dias. “Queremos flexibilizar as perícias sem que o sistema fique fragilizado. Vamos começar com 30 dias, depois de um ano, podemos estender para 45 dias ou 60 dias”, explica o presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild.

Auxílio - Ele informou que 85% dos benefícios por incapacidade têm prazo de até 120 dias e 60% dos beneficiários não entram com pedido de prorrogação. Os pedidos de até 30 dias representam 15% do total. Dados do INSS indicam que, se o modelo de 120 dias fosse adotado, mais de 1 milhão de perícias iniciais deixariam de ser realizadas por ano.
Min. Previdência

sexta-feira, 17 de junho de 2011

8ª Regional reúne Dirigentes Sindicais da BS e Grande SP

Biloti, Luiz Carlos e Passos  estiveram presentes hoje na instalação, pela Fecomerciários, da 8ª Regional de Dirigentes Sindicais Comerciários, que agrupa a Grande São Paulo e a Baixada Santista. 
Sincomerciários e Práticos de Farmácia estarão a partir de agora, reunidos em um grupo de trabalho mais coeso, cuja finalidade é estimular a troca de informações sobre os problemas e as reivindicações que circulam nas bases, reforçando a interação entre a federação e sindicatos.
O economista José Pastore e o deputado federal e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, estiveram presentes ao evento.
Blog da Fecomerciários



quinta-feira, 16 de junho de 2011

Negociações Salariais serão duras

As negociações salariais de diversas categorias, que devem ocorrer no segundo semestre do ano, não representam uma "ameaça inflacionária" ao país. A avaliação é do coordenador do Grupo de Análises e Previsões do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Roberto Messemberg, que apresentou, nesta quarta-feira (15), o boletim Conjuntura em Foco.

(Até aí, nenhuma novidade para o movimento sindical, que vem sistematicamente combatendo o discurso politicamente “incorreto” do governo e empresários, de que aumento salarial real gera inflação.)

De acordo com o economista, por causa da elevada taxa de inflação acumulada nos últimos 12 meses, as negociações de dissídios tendem a ser duras, mas patrões e empregados precisarão levar em conta, que o índice deverá cair nos próximos meses, refletindo a diminuição de preços de vários itens.

"As negociações serão duras, mas acho que as empresas não terão muito espaço para repassar [os possíveis reajustes] para preços porque as companhias que tentarem fazer isso serão punidas pela demanda em desaceleração [redução no ritmo de crescimento da economia]", disse Mesemberg. "Mas esses processos de negociação são normais e não vão emperrar o país. Tampouco levar a um estouro incontrolável da inflação", completou.
Agência Brasil

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Biloti: Aumento real não gera inflação, gera empregos"

As Centrais Sindicais já lançaram campanha para manter em 2011 ao ganhos obtidos nas negociações de 2010 – os maiores dos últimos anos – os trabalhadores estão preocupados em combater o discurso da área econômica do governo de que os aumentos reais de salários podem contribuir para elevar a inflação no segundo semestre. Uma série de mobilizações pelo país foi anunciada, incentivando os trabalhadores a lutar por melhores salários.

A primeira será dia 6 de julho, escolhido Dia nacional da Mobilização, quando as centrais pretendem ir à Brasília para se manifestar a favor da luta por reajustes reais.

Entrevistado sobre o assunto pelo Jornal A Tribuna edição-12/6, Arnaldo Azevedo Biloti, presidente do Sincomerciários BS, maior entidade de trabalhadores da Baixada Santista, afirma que espera enfrentar grandes dificuldades na campanha salarial deste ano. “Nossa categoria tem data base em outubro e, com esse discurso do governo, dizendo que aumento gera inflação, as dificuldades serão maiores. Aumento real não gera inflação, ao contrário, aquece mais a economia e gera empregos”.

Começou a mobilização das Centrais em Brasília

Cinco centrais sindicais iniciaram ontem um processo de mobilização nacional para pressionar governo e Congresso por melhorias trabalhistas. Até agosto, Força Sindical, UGT, CTB, CGTB e Nova Central irão promover ações em busca da redução da jornada de trabalho, do fim do fator previdenciário e de outras mudanças.

Cerca de cem dirigentes sindicais estarão em frente ao Congresso Nacional todas as terças e quartas-feiras para negociar com deputados e senadores a votação de projetos sobre direitos de trabalhadores. A regulamentação da terceirização de funcionários e a ratificação de convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT) também vão estar na pauta das discussões.

A partir de julho, estão programadas mobilizações em todas as regiões do país. Dia 6, vão para as ruas os trabalhadores do Centro Oeste; dia 14, da Região Norte; dia 21, da Nordeste; dia 28, da Sul; e dia 3 de agosto, da Região Sudeste.
Ag Diap

Info Comerciário 147 - maio 2011

Clique e veja

Julho favorece emprego temporário

A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) prevê a abertura de 16,2 mil vagas em julho, 8% a mais do que em 2010. Em decorrência das férias escolares, os setores do comércio,  lazer, entretenimento e indústria abrirão postos de trabalho em todo país. 

Jismália de Oliveira Alves, diretora de Comunicação da Asserttem, ressalta que, para concorrer a uma vaga e ser contratado, o candidato deve demonstrar o seu melhor. "Ser simpático e educado durante a entrevista, e depois de contratado, mostrar capacidade para trabalhar em grupo e ter responsabilidade. Estes são alguns dos atributos que favorecem a efetivação".
Blog do Trabalho

terça-feira, 14 de junho de 2011

Centro Público de Emprego retoma atendimento em Santos

Centro Público de Emprego e Trabalho reabriu com novidades que acompanham o novo sistema de banco de dados instalado pela DataPrev. O cadastro do trabalhador e empregador pode ser feito pela internet no portal: maisemprego.mte.gov.br

Os candidatos poderão consultar as vagas oferecidas segundo seu perfil profissional. O empregador terá acesso à relação de profissionais cadastrados no Centro, de acordo com as atividadess que busca.

O trabalhador receberá mensagens de vagas de emprego por email e SMS. O Centro Público de Emprego atende à Rua João Pessoa, 300, de 2ª a 6ª das 8h às 17h. Os interessados devem comparecer com PIS, CPF, CTPS.
A Tribuna

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Magazine Luíza compra Lojas do Baú

A rede varejista Magazine Luiza anunciou hoje, por meio de comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários-CVM, ter assinado um memorando de entendimentos acertando a aquisição das Lojas do Baú, do Grupo Silvio Santos. A operação envolve R$ 83 milhões, que deverão ser pagos integralmente.
Em nota, a Magazine Luiza informa que a transação envolve as 121 lojas do Baú da Felicidade - localizadas no Paraná, em São Paulo e em Minas Gerais, permitindo que o Magazine Luiza aumente sua área total de vendas. A assinatura dos contratos definitivos deverá ser feira até 30 de junho, segundo o comunicado.
A presidente do Magazine, Luiza Helena Trajado, informou que unidades do Baú, onde já houver lojas do Magazine Luíza poderão ser fechadas, vendidas, transferidas ou integradas à rede.
A Fecomerciários e Sindicatos filiados estão atentos para esta transação, que neste primeiro momento sinaliza forte possibilidade de desemprego e gera apreensão entre os comerciários. Uma reunião já foi marcada com a presidente do Mazagine Luiza.
G1 - Fecomerciários

Projeto de Lei permite emissão da Carteira de Trabalho por entidade sindical

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania pode analisar em o PL7 367/02, da Comissão de Legislação Participativa (SUG 35/02). O projeto altera o parágrafo único do artigo 14 da CLT, a fim de permitir que as entidades representativas de trabalhadores, na ausência dos órgãos competentes possam emitir a Carteira de Trabalho e Previdência Social. O relator da matéria, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), apresentou parecer pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa ao projeto ou seja, é favorável à matéria. Agora é aguardar para ver o desenrolar dessa tramitação.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Atendimento STF online

Com o objetivo de ampliar o acesso e aproximar cada vez mais o cidadão da mais alta Corte de Justiça brasileira, o Supremo Tribunal Federal (STF) criou o Portal de Atendimento STF, onde estão agrupadas diversas informações de interesse dos usuários.

De forma simples e acessível, estão presentes no novo portal informações sobre Peticionamento Eletrônico, Sistema Push para o acompanhamento de processos, Pesquisa de Jurisprudência, Solicitação de Certidões, Serviço de Carga Programada, Solicitação de Cópias de Autos de Processos por e-mail, Recebimento de Custas Processuais e o Guia do Advogado.

Ainda no Portal de Atendimento STF, o internauta terá acesso a informações sobre o Protocolo Avançado Judicial do Supremo o Drive Thru, e o Cadastro de Usuários para a utilização do Sistema Wi-Fi do STF. A reunião dessas informações, seguindo a filosofia de centralização, facilita a vida dos usuários, que podem economizar tempo e dinheiro, evitando deslocamentos desnecessários ao Tribunal.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Cuidado com o que você posta na rede social

É preciso ser cuidadoso com o conteúdo das mensagens nas redes sociais. Quando não gerenciada corretamente, elas podem causar graves consequências a um profissional. Postar comentários negativos sobre o trabalho ou a empresa, relatar questões privadas da empresa, publicar fotos de gosto duvidoso são exemplos de ações que podem provocar advertência ou demissão de um funcionário. Fique atento!

Preço dos Genéricos precisa ser pesquisado pelo consumidor

Pesquisa de preços de medicamentos realizada pelo Procon em 11 farmácias da região mostra que a diferença de valores nos genéricos chega a 656,2% e, nos medicamentos de referência, a 100%.

Segundo o Procon, os medicamentos são comercializados dentro dos valores permitidos pela Anvisa, mas algumas redes conseguem melhores negociação com os fornecedores e por isso o desconto oferecido é maior.

Em vista disso é necessário que os consumidores pesquisem os preços dos medicamentos em diversos estabelecimentos, pois, muitas vezes, existe até diferença de preços entre unidades da mesma rede.
Expresso Popular

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Práticas Antissindicais ameaçam Democracia

As práticas antissindicais, tema de audiência pública conjunta realizada entre as comissões de Trabalho e a de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, dia 7/6, são ameaça à democracia. Os sindicalistas destacaram que a Constituição de 1988 garante a liberdade de organização e atuação sindical, mas que ela não é cumprida. A luta de classes, entre capital e trabalho, se revelou nas discussões que reuniu centrais sindicais, entidades patronais e o Ministério Público do Trabalho.
Leia a íntegra no Ag. Diap

terça-feira, 7 de junho de 2011

COMERCIÁRIOS LUTAM PELA REGULAMENTAÇÃO

Íntegra da matéria publicada no Jornal A Tribuna de 7/6/11, no caderno de Economia, pág. C-8

Os trabalhadores no comércio, a maior categoria de empregados em atividade no país, com cerca de 10 milhões de empregados, sendo 55 mil só na Baixada Santista, ainda lutam pela regulamentação de sua profissão.

A esperança dessa multidão de trabalhadores está renovada. Dois projetos de lei, um do senador Paulo Paim (PT-RS) e outro do também senador Pedro Simon (PMDB-RS) que tramitam no Congresso e garantem a regulamentação da profissão de comerciário, estão nas comissões e podem se transformar em lei.

“A aprovação dessa lei é muito importante para todos os trabalhadores no comércio. Ela é o caminho para a fixação de uma jornada de trabalho justa, evitando os abusos”, diz Arnaldo Azevedo Biloti, presidente do Sindicato dos Comerciários da Baixada Santista.

“Apesar de ser uma das mais antigas categorias profissionais do Brasil e reunir perto de 10 milhões de trabalhadores, até agora não somos devidamente regulamentados, o que gera uma gama de problemas”, explica o sindicalista.

Ele informa que já foram realizadas duas audiências na Comissão de Assuntos Sociais do Senado envolvendo trabalhadores e empresários.

Bandeira de Luta
O presidente do sindicato santista diz que a regulamentação é importante e por isso se transformou numa bandeira de luta da categoria em todo o país.

“Ela vai trazer em sua esteira inúmeros benefícios para a categoria como a anotação na carteira de trabalho na função desempenhada pelo empregado, o que hoje fica à mercê da empresa, sem contar a jornada normal de trabalho, que hoje é excessiva, atingindo 56 horas semanais, quando pela legislação seriam 44 horas."

Cita também o não pagamento de horas extras, trabalho aos domingos e feriados e uma série de outras irregularidades que podem ser evitadas com a regulamentação.

Ele conclui mencionando que “não é mais possível que uma categoria tão grande e economicamente fundamental para o desenvolvimento do país, continue sem regulamentação, sendo vista apenas pelo lado do interesse econômico dos patrões”.

Definição
Para o advogado do sindicato José Stalin Wojtowicz, os projetos de lei que tramitam no senado são importantes para regulamentar uma profissão bastante antiga, mas que ainda não é reconhecida pela legislação do país.

“Existe a necessidade de se regulamentar a profissão dos comerciários para bem definir a categoria que é grande, a maior do Brasil, tanto que ela se encontra dividida em três setores: indústria, comércio e prestação de serviços”, explica o advogado.

Ele acrescenta que além e definir a profissão, a lei, quando aprovada, vai delimitar a representação sindical da categoria. “A regulamentação é necessária e vai dar amparo profissional para milhões de trabalhadores em todos o país”, conclui.

Congresso
A questão da regulamentação vai ser um dos itens a ser debatido no Congresso de Advogados de Sindicatos Comerciários, a ser promovido no próximo mês, pela Fecomerciários.

O evento vai ocorrer no dia 26, no Centro de Lazer dos Comerciários, em Praia Grande. Também as mudanças na legislação trabalhistas e as recentes alterações do TST serão analisadas e discutidas pelos advogados dos sindicatos comerciários.

Trabalho Infantil Perigoso

O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil que será lembrado no próximo domingo (12) terá como meta advertir o mundo para o problema dos riscos que o chamado “trabalho infantil perigoso” traz às crianças. Segundo o mais recente Relatório Global da OIT, 115 milhões de jovens estão envolvidos neste tipo de trabalho em todo o planeta.

Para a OIT, “trabalho infantil perigoso” é todo aquele que expõe crianças ao abuso físico, psicológico e sexual, que significa confinamento ou realizado com máquinas perigosas e muito pesadas.

Tendo em mente que Criança tem o direito de ser Criança, a Fecomerciários e Sindicatos filiados estão engajados numa campanha contra o trabalho infantil, junto com o Ministério Público do Trabalho - MPT.
Para denunciar disque: 0800 11 16 16.
Blog do Trabalho

segunda-feira, 6 de junho de 2011

A dura realidade dos trabalhadores no Brasil

Trabalhadores de todos os Estados do país assistiram ao vivo e a cores a lamentável repressão à manifestação dos bombeiros do Rio de Janeiro. 

Viram estarrecidos como são tratados os trabalhadores que diariamente arriscam suas vidas para garantir o bem-estar da população. 

Trabalhadores que segundo à ótica de seu empregador, o Estado, não tem o direito de fazer greve, nem solicitar uma negociação decente e muito menos manifestar-se, sendo por esse ato criminalizados. Dá bem a medida do desrespeito ao trabalhador ou precisa mais?

TST ameaça estabilidade sindical

A estabilidade sindical deve atingir todos os dirigentes sindicais eleitos, pois do contrário o sindicalismo será fragilizado, afirmou o presidente Biloti, em entrevista concedida ao jornal A Tribuna (4/6/11), discorrendo sobre a súmula que trata deste assunto, recentemente alterada pelo Tribunal Superior do Trabalho - TST.

A súmula 369 foi alterada pelo tribunal, que modificou os artigos 522 e 543 da CLT. A alteração reduz a estabilidade para apenas sete dirigentes sindicais e igual número de suplentes. Esta medida pegou de surpresa o movimento sindical.

Em vista disso, é intenção dos sindicalistas da região mobilizar suas federações e confederações a fim de sensibilizar os integrantes do TST a manterem a estabilidade a todos os dirigentes sindicais eleitos por suas categorias, buscado, inclusive, subsídios na Organização Internacional do Trabalho, que possui recomendações e convenções sobre a questão.

Biloti ainda explica que é muito difícil brigar com o patrão, mesmo tendo estabilidade; se ela for reduzida, ficará pior ainda. Além do mais, o TST deve proteger o trabalhador e não prejudicá-lo. A mobilização neste momento é fundamental.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

5 de Junho - Dia Mundial do Meio Ambiente

Está claro que o bem estar da humanidade nos próximos anos dependerá largamente das metas ambientais alcançadas. A educação para a sustentabilidade e a conscientização pública sobre as questões ecológicas são essenciais à sobrevivência do homem.

Movimento Sindical e Governo discutem fim do Fator Previdenciário



Sindicalistas representantes dos trabalhadores/aposentados e o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, reuniram-se ontem (2/60 para discutir alternativas ao fator previdenciário.

Embora ainda não tenha sido definido o que substituirá o instrumento, houve consenso de que é necessário construir uma alternativa que possibilite a extinção do fator, segundo informou o Ministério da Previdência Social.

Para debater essas alternativas, outra reunião deve ser realizada. O assessor especial da Secretaria Geral da Presidência da República, José Lopes Feijó, vai detalhar uma proposta para apresentar aos aposentados no próximo encontro.

Alternativa
Como esperado, o debate avançou no sentido de negociar a fórmula 85/95 – na qual as mulheres poderiam se aposentar sem redução no seu benefício, desde que alcançasse o total de 85 pontos, quando somado o tempo de contribuição previdenciária e a sua idade. Para os homens, o resultado dessa soma teria de ser 95.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Trabalhadores da Telhanorte reúnem-se no Sindicato

Foi na sede do Sindicato e a oportunidade serviu para um agradecimento especial pelo empenho do presidente Biloti e diretoria na conquista de benefícios para os empregados da empresa.

Mais um atentado contra os direitos dos trabalhadores

O presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, deputado Silvio Costa (PTB-PE), apresentou o PL 1.463/2011, que cria o Código de Trabalho e flexibiliza os direitos trabalhistas.

Sob o pretexto de modernizar as relações de trabalho e com o argumento de que "o protecionismo exagerado na legislação laboral brasileira é, hoje, um óbice ao dinamismo do mercado de trabalho, além de contribuir para reduzir as perspectivas de entrada no mercado de trabalhadores já discriminados como mulheres, jovens e idosos", o deputado propõe a flexibilização dos direitos trabalhistas no Brasil. O texto é um verdadeiro atentado às conquistas dos trabalhadores.
Leia a íntegra dessa matéria no Ag. Diap

BB assumirá Banco Postal

O Banco do Brasil acaba de vencer leilão para ser parceiro dos Correios no Banco Postal, com um lance de R$ 2,3 bilhões. O banco terá direito de atuar, inicialmente, em 6.195 agências postais a partir de 2 de janeiro de 2012. O contrato entre Correios e Banco do Brasil é de cinco anos. Há dez anos, desde sua criação, o Banco Postal era comandado pelo Bradesco. Pela primeira vez outra instituição bancária cuidará desse negócio, que em 2010 apresentou um lucro de R$ 820 milhões.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tema para o 20 º congresso Sindical Comerciário

Já está definida a programação do 20º congresso Sindical Comerciário, que ocorrerá nos dias 25, 26 e 27 de agosto no Centro de Lazer dos Comerciários em Praia Grande. O tema central será “Congresso Sindical dos Comerciários: duas décadas avançando e consolidando conquistas”. O presidente do Sincomerciários de Matão, José Carlos Pelegrini, é o coordenador do Congresso e Paulo César da Silva, do Sincomerciários de Limeira, o sub-coordenador. 

Pelo Trabalho Decente

Designado pela Força Sindical conselheiro técnico, representante dos trabalhadores, Luiz Carlos Motta, presidente da Fecomerciários e Tesoureiro da Força está participando da 100ª Sessão da Conferência Internacional do Trabalho (CIT), promovida pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), junto com a delegação da Central. 

O evento anual é composto por 183 Estados-membros, os quais são representados por uma delegação composta por dois delegados governamentais, um delegado dos empregadores, um delegado dos trabalhadores e seus respectivos conselheiros. 

Os temas em geral, discutidos na Conferência, englobam um único objetivo que também é defendido pela Fecomerciários: a promoção do trabalho decente. O evento acontece em Genebra, na Suíça, entre os dias 1 e 17 de junho.

Trabalho Escravo: pode estar acontecendo perto de você!



O que é o trabalho escravo contemporâneo? Essa é a pergunta que nortea a Campanha Nacional de Combate ao trabalho escravo do Ministério Público do Trabalho (MPT), lançada em Brasília.

Muitos pensam que esse tipo de afronta a dignidade humana é só encontrada no campo mas, pesquisas atuais revelam, que essa irregularidade trabalhista migrou para as empresas, para cidades e para a construção civil. A prática fere os direitos humanos.

“A Campanha visa promover a educação e a conscientização do empregador, trabalhador e da sociedade”, explica a Procuradora do Trabalho, Débora Tito Farias, coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo do MPT (CONAETE), referindo-se ao propósito da ação.

A primeira campanha publicitária do MPT desconstrói a ideia de que trabalho escravo é algo distante e só acontece no meio rural, alertando para as condições análogas ao trabalho escravo no meio urbano, em geral nas indústrias de confecção têxtil.

Outro ganho relevante da campanha foi a definição do que vem a ser condições degradantes de trabalho e jornada de trabalho extenuante, conceitos até então julgados como sendo vagos e que serviam como respaldo para empregadores justificarem a adoção de regime de trabalho escravo.

No Brasil, 20 mil trabalhadores estão em situação de trabalho escravo.
Ministério Público do Trabalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...