Info Comerciário 194/2019

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Dirigentes comerciários e patronais começam a negociar a pauta de reivindicações


O presidente Motta, acompanhado de coordenadores das Regionais e de dirigentes de vários Sindicatos filiados à Fecomerciários, esteve na Fecomercio SP com o diretor Ivo Dall’Acqua, principal negociador patronal e representantes do comércio atacadistase varejista, para uma primeira conversa sobre a Campanha Salarial Unificada dos Comerciários. O encontro ocorreu na tarde de quinta-feira (12/9), na sede da federação patronal e o presidente Biloti esteve presente.

Os dirigentes sindicais e os patronais discutiram alguns tópicos da pauta de reivindicações dos trabalhadores, entregue aos patrões no dia 5 de agosto, para avançar nas negociações e deixaram claro que era apenas uma conversa preliminar visando facilitar um futuro acordo entre as partes.

Segundo Motta, essa é uma grande oportunidade de os patronais negociarem pela primeira vez com a categoria regulamentada, cada vez mais unida e com maior representatividade.

As partes decidiram marcar nova reunião para a próxima semana. As principais reivindicações dos 2,5 milhões de trabalhadores representados pela Fecomerciários e os 68 sindicatos filiados são: piso salarial único de R$ 1.214,00, conforme previsto na Lei 12.790, de 14 de março de 2013, que regulamentou a Profissão de Comerciário; aumento real de 5% mais reajuste pelo INPC/IBGE; anotação do cargo de comerciário na Carteira de Trabalho; PLR; vale refeição e garantia mínima ao comissionista.
Fonte: Fecomerciários

Mais uma vez os aposentados ficam frustrados!

A reunião de 12/09 sobre o fim do fator previdenciário foi adiada para a dia 17/9. O Governo, entretanto, ainda não concluiu estudos sobre a extinção do redutor de aposentadorias e o anúncio sobre seu fim, tão aguardado por trabalhadores irá demorar mais um pouco para ser divulgado.

Por outro lado, o Governo já concluiu estudos sobre a criação da Secretaria do Idoso e Aposentado, uma das reivindicações dos aposentados. O anúncio pode ocorrer já na próxima terça.


A reunião de ontem, entre os ministros Garibaldi Alves Filho, da Previdência Social, Gilberto Carvalho, da Secretaria da Presidência da República, com representantes das centrais sindicais, foi adiada porque o ministro Gilberto Carvalho, está fora do país.
Fonte: Diário do Litoral

Incentivo à filiação partidária de mulheres

“Mulher, tome partido. Filie-se” é o lema da campanha lançada, nesta quarta-feira (11/09), pela Coordenadoria de Direitos da Mulher e pelas Procuradorias da Mulher da Câmara e do Senado. A campanha conta com o apoio da Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República e da ONU Mulheres.


A campanha representa o primeiro passo para aumentar o número de mulheres candidatas e eleitas, pois ainda é reduzida a presença de mulheres nos legislativos nacional, estaduais e municipais. O objetivo é aumentar em 20% o número de mulheres filiadas a partidos políticos até o dia 4 de outubro, prazo final de filiação para quem deseja concorrer a um cargo político nas eleições gerais de 2014. Os organizadores da campanha também esperam ampliar em 30% a representação da bancada feminina na Câmara e no Senado  no próximo ano.


De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 51,5% da população brasileira são mulheres. Mas, nas eleições de 2010, apenas 45 mulheres foram eleitas deputadas federais, representando 8,77% das cadeiras da Casa. No Senado, foram eleitas sete mulheres das 54 vagas preenchidas no Senado naquele ano, o que representou 12,99% do total.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...