Info Comerciário 194/2019

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Comerciários participam da marcha de abertura do Fórum Social Mundial Temático


Dirigentes de Sindicatos Filiados à Fecomerciários participaram da marcha de abertura do Fórum Social Mundial Temático (FSMT) juntamente com representantes de Centrais Sindicais (Força Sindical, CTB, UGT e Nova Central), de Organizações não Governamentais (OnGs) e de organizações sociais, no sábado (26/1), em Porto Alegre (RS).


O presidente Biloti e mais de 7 mil pessoas foram para as ruas da Capital gaúcha acompanhando a caminhada, que teve início em frente ao prédio da Prefeitura de Porto Alegre e foi encerrada próximo ao anfiteatro Pôr-do-Sol, no Gasômetro. As bandeiras das Centrais Sindicais, carros de som, balões, faixas, e o grito de ordem “Central, Central é Força Sindical” marcaram ainda mais a grande abertura do FSMT.

A manifestação, com apoio da Prefeitura, demonstrou a preocupação das Centrais em oferecer melhorias na condição de vida dos trabalhadores. Segundo Nilton Souza da Silva, o Neco, presidente do Sindec/Poa e secretário nacional de Relações Internacionais da Força Sindical, a marcha buscou ressaltar para a população de Porto Alegre e de todo o mundo, a importância das Centrais Sindicais na luta dos direitos dos trabalhadores.

Comerciários paralisam Walmart em Limeira e empresa faz acordo para sanar irregularidades


Os comerciários de Limeira, com o apoio dos 68 Sindicatos Filiados à Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo, União Sindical dos Trabalhadores de Limeira, Força Sindical e UGT, paralisaram as atividades da unidade do Walmart em Limeira, na última sexta (25/1), das 6h às 12h, em protesto contra diversas irregularidades cometidas pela rede norte-americana, que hoje emprega 1,3 milhão de trabalhadores no mundo e é conhecida por práticas antissindicais. O Sincomerciários Baixada Santista enviou uma delegação para engrossar o protesto.


Segundo o presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, a paralisação se fez necessária e poderá ocorrer também em outras cidades, caso o Walmart não respeite a CLT e a Convenção Coletiva de Trabalho da categoria. Motta faz questão de afirmar que os comerciários prezam sempre pelo entendimento, apenas tomando providências drásticas em caso de impossibilidade de diálogo.

A paralisação reuniu cerca de 280 manifestantes e ocorreu de forma tranquila, à exceção de alguns encarregados de setores, cujos ânimos afloraram na tentativa de frustrar o movimento, o que se revelou infrutífero diante da organização de greve comandada pelo presidente do Sincomerciários de Limeira, Paulo Cesar da Silva, o Paulinho,  sua diretoria e companheiros.

Novo Termo de Rescisão é obrigatório em 1º de fevereiro

Portal MTE
A utilização do novo Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho (TRCT) será obrigatória em de 1º de fevereiro. A partir desta data, a Caixa Econômica Federal exigirá a apresentação do modelo atualizado para o pagamento do seguro-desemprego e do FGTS. O prazo foi estabelecido pela Portaria 1.815, de 1º de novembro de 2012.

O novo TRCT objetiva imprimir mais clareza e segurança para o empregador e o trabalhador em relação aos valores rescisórios pagos e recebidos por ocasião do término do contrato de trabalho. As horas extras, por exemplo, são pagas atualmente com base em diferentes valores adicionais, conforme prevê a legislação trabalhista, dependendo do momento em que o trabalho foi realizado. No antigo TRCT, esses montantes eram somados e lançados, sem discriminação, pelo total das horas trabalhadas em um único campo. No novo formulário, as informações serão detalhadas.

Regulamentação dos comerciários está pronto para votação no Senado

Ag Diap
Com o reinício das atividades do Senado, com a eleição da Mesa Diretora, é importante que as entidades sindicais recomecem o trabalho de pressão pela aprovação do projeto.

Aprovado pela Câmara em novembro, o projeto de lei (PLS 115/07) retornou ao Senado e já foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais em dezembro passado. O relator, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), emitiu parecer pela rejeição das emendas da Casa revisora 1 e 2, e pela aprovação da emenda 3.

A emenda 1 do trabalhos aos domingos e feriados. O relator rejeitou-a por entender que já há legislação sobre o assunto “que não deixa dúvidas quanto à sua aplicação”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...