.

.

Info Comerciário 195/2019

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Sentracomserv discute luta dos comerciários no Fórum Social

Portal Fecomerciários/Daiana Rodrigues
Luiz Carlos Motta, coordenador do Secretariado Nacional dos Trabalhadores do Comércio e Serviços da Força Sindical - Sentracomserv e dirigentes comerciários de diversos sindicatos se reuniram dia 25/1, na sede da Força Sindical RS, para fundamentar as reivindicações, propostas e projetos para o Secretariado em 2012. A reunião fez parte do cronograma de eventos da Central durante o Fórum Social Temático que acontece em Porto Alegre.

Na pauta, regulamentação da profissão de comerciário, fortalecimento do Secretariado junto à Força Sindical Nacional, fortalecimento das negociações (empresas nacionais e internacionais), manutenção do imposto sindical, revogação da Emenda Constitucional 45, fim da intervenção do MPT nas negociações coletivas e nas relações de trabalho, fortalecimento do MPE, regulamentação da terceirização, luta para aperfeiçoar lei que trata do trabalho aos domingos, combate à automação, fim do banco de horas, critérios que zelem pela segurança e saúde dos caixas (check-out) de supermercados,  qualificação de dirigentes, bandeiras de luta da secretaria que devem ser defendidas, pois fazem parte dos interesses da categoria em todo o país.


Comerciários mostram unidade nacional
"A presença dos dirigentes sindicais comerciários do Estado de São Paulo na abertura do Fórum Social Temático 2012, durante a marcha das centrais e dos movimentos sociais, permitiu que as reivindicações da categoria ganhassem visibilidade nas ruas de Porto Alegre e se inserissem na agenda trabalhista do evento",  afirmou Motta, também presidente da Fecomerciários, festejando a unidade nacional da categoria que, ao estar presente nas mais expressivas manifestações sociais, sindicais e trabalhistas do Brasil, potencializa sua participação e colaboração na construção de um país mais justo e igualitário, como propõe o Fórum Social.
Portal Fecomerciarios

Mulheres Mil qualificará 20 mil mulheres em 2012

Em 2012, o programa abrirá 20 mil vagas para qualificação profissional e elevação da escolaridade de mulheres em situação de vulnerabilidade social. A meta do programa, que faz parte do “Plano Brasil Sem Miséria”, do governo federal, é promover a emancipação social, econômica e educacional de 100 mil brasileiras até 2014. Por enquanto, mais de 9 mil mulheres já foram beneficiadas com o Mulheres Mil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...