.

.

Info Comerciário 195/2019

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Biloti: Aumento real não gera inflação, gera empregos"

As Centrais Sindicais já lançaram campanha para manter em 2011 ao ganhos obtidos nas negociações de 2010 – os maiores dos últimos anos – os trabalhadores estão preocupados em combater o discurso da área econômica do governo de que os aumentos reais de salários podem contribuir para elevar a inflação no segundo semestre. Uma série de mobilizações pelo país foi anunciada, incentivando os trabalhadores a lutar por melhores salários.

A primeira será dia 6 de julho, escolhido Dia nacional da Mobilização, quando as centrais pretendem ir à Brasília para se manifestar a favor da luta por reajustes reais.

Entrevistado sobre o assunto pelo Jornal A Tribuna edição-12/6, Arnaldo Azevedo Biloti, presidente do Sincomerciários BS, maior entidade de trabalhadores da Baixada Santista, afirma que espera enfrentar grandes dificuldades na campanha salarial deste ano. “Nossa categoria tem data base em outubro e, com esse discurso do governo, dizendo que aumento gera inflação, as dificuldades serão maiores. Aumento real não gera inflação, ao contrário, aquece mais a economia e gera empregos”.

Começou a mobilização das Centrais em Brasília

Cinco centrais sindicais iniciaram ontem um processo de mobilização nacional para pressionar governo e Congresso por melhorias trabalhistas. Até agosto, Força Sindical, UGT, CTB, CGTB e Nova Central irão promover ações em busca da redução da jornada de trabalho, do fim do fator previdenciário e de outras mudanças.

Cerca de cem dirigentes sindicais estarão em frente ao Congresso Nacional todas as terças e quartas-feiras para negociar com deputados e senadores a votação de projetos sobre direitos de trabalhadores. A regulamentação da terceirização de funcionários e a ratificação de convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT) também vão estar na pauta das discussões.

A partir de julho, estão programadas mobilizações em todas as regiões do país. Dia 6, vão para as ruas os trabalhadores do Centro Oeste; dia 14, da Região Norte; dia 21, da Nordeste; dia 28, da Sul; e dia 3 de agosto, da Região Sudeste.
Ag Diap

Info Comerciário 147 - maio 2011

Clique e veja

Julho favorece emprego temporário

A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) prevê a abertura de 16,2 mil vagas em julho, 8% a mais do que em 2010. Em decorrência das férias escolares, os setores do comércio,  lazer, entretenimento e indústria abrirão postos de trabalho em todo país. 

Jismália de Oliveira Alves, diretora de Comunicação da Asserttem, ressalta que, para concorrer a uma vaga e ser contratado, o candidato deve demonstrar o seu melhor. "Ser simpático e educado durante a entrevista, e depois de contratado, mostrar capacidade para trabalhar em grupo e ter responsabilidade. Estes são alguns dos atributos que favorecem a efetivação".
Blog do Trabalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...