.

.

Info Comerciário 195/2019

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Veja para onde vai sua grana

Sempre nos perguntamos onde vai a montanha de dinheiro arrecadado com impostos. Desde 28/05 está em vigor a Lei da Transparência (Lei Complementar 131/09) que obriga a União, Estados e Municípios com mais de 100 mil habitantes a publicar suas contas em tempo real na internet.As cidades com menos habitantes terão de seguir a regra a partir de 2011.
A lei exige que tanto as informações sobre a arrecadação quanto os detalhes sobre cada gasto fiquem acessíveis no site do órgão ou numa página específica da internte. É um avanço no relacionamento com o cidadão, que não precisará correr atrás destas informações que são um direito seu.

Conclat reafirma união do movimento sindical

A ideia de unir o movimento sindical em uma grande assembleia, realizada no centro nervoso da economia nacional - o Estado de São Paulo -, repete-se, no dia 1º de junho. Quase trinta anos depois do primeiro encontro entre diferentes correntes sindicais, organizado na Praia Grande (SP) em 1981, cinco das seis centrais reconhecidas pelo governo realizam a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat) para mais de 30 mil trabalhadores, no Estádio do Pacaembu (SP). O encontro de 1981 unia sindicalistas pela recomposição salarial e pela democratização do país, que vivia sob regime militar. Se o ato dos anos 80 se sustentava pela crítica ao Estado, que arrochava salários e reprimia liberdades, a assembleia que ocorre na semana que vem está equilibrada justamente no contrário. O Estado, agora, é companheiro.

A assembleia tem como objetivo a aprovação, por parte dos trabalhadores, do documento "Agenda da classe trabalhadora", formulado pelas cinco centrais - CUT, Força Sindical, NCST, CTB e CGTB - e Dieese. As centrais requerem a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, o fim do fator previdenciário e a abertura de órgãos federais, como o Conselho de Política Monetária (Copom), à representantes dos trabalhadores e será entregue aos candidatos à presidência.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Aumento Aposentadorias: Sim - Fim do Fator Previdenciário: Não

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à equipe econômica para refazer as contas sobre a arrecadação porque não está disposto a vetar o reajuste de 7,72% para os 8,3 milhões de aposentados que ganham acima de um salário mínimo. Lula já decidiu barrar a emenda que extingue o fator previdenciário, mas não quer arcar com o ônus político de um veto duplo no fim de seu mandato e num ano eleitoral.

Comerciários pedem sanção presidencial para o fim do Fator Previdenciário

Luiz Carlos Motta
Documento que solicita ao presidente Lula que sancione o reajuste de 7,71% para os aposentados e o fim do fator previdenciário, aprovado por cerca de 700 delegados comerciários de todo o Brasil, presentes no 3º Congresso da Confederação foi entregue ao Ministro Luiz Dulci, chefe da Secretaria-geral da Presidência da República.

A delegação foi liderada pelo presidente em exercício da CNTC, Levi Fernandes Pinto e composta por Luiz Carlos Motta, presidente da Federação dos Comerciários de São Paulo; Guiomar Vidor, da Federação do Rio Grande do Sul; José Francisco Pereira, da Federação do Pará; Idelmar da Mota Lima, da Federação de Mato Grosso do Sul; e Márcio Luiz Fatel, da Federação da Bahia.

Motta destacou: “Justiça social se faz com geração de emprego e distribuição de renda. Por isso, pedimos ao presidente que sancione o reajuste dos aposentados dando mais uma vez uma demonstração de seu compromisso com a dignidade do povo brasileiro”.

Segundo o presidente da Federação de São Paulo, o ministro foi receptivo e informou que o gabinete da presidência determinou a realização de um estudo sobre a viabilidade do reajuste e do fim do fator. Motta destaca que Dulci prometeu ainda apoiar o projeto que regulamenta a profissão.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

"A esperança paira sobre os comerciários do Brasil".

Biloti no Congresso
A declaração feita pelo 1º secretário da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), José Augusto da Silva Filho, reflete o clima do 3º Congresso Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços, que teve sua abertura no dia 24/5. Durante a abertura do encontro, o senador Paulo Paim (PT-RS) acordou um pacto com o senador Aldemir Santana (DEM-DF) para que o Projeto de Lei 115/2007, que regulamenta a profissão de comerciário, seja aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais.

Outro tema abordado na abertura do Congresso pelo senador Paim foi o fim do Fator Previdenciário. "O governo durante os dez anos em que vigorou o Fator Previdenciário, economizou R$ 10 bilhões. Só no primeiro trimestre deste ano, a Previdência Social lucrou 16% a mais do que no ano passado. Não há falta de dinheiro e, por isso, o governo pode, sim, dar o reajuste de 7,7% para os aposentados e acabar com este famigerado fator", completou.

A redução da jornada semanal de trabalho de 44 para 40 horas semanais sem redução de salário também foi um tema amplamente abordado durante os dirigentes sindicais e políticos presentes, uma vez que os trabalhadores do comércio têm em média uma jornada de trabalho de 46 horas semanais nas regiões metropolitanas.

Também foram discutidos os processos de fusões no setor que estão na ordem do dia com aquisições entre grandes redes varejistas. Um elemento a ser considerado nesta discussão é o alto grau de concentração já existente e caso não haja nenhuma regulamentação se intensificará podendo impactar negativamente nos empregados do segmento, gerando mais precarização e flexibilização das relações de trabalho.

Um em cada cinco trabalhadores é Comerciário

Pesquisa do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que os comerciários representam 18,6% da força de trabalho brasileira. São 34,5 milhões de trabalhadores, sendo 7,3 milhões com carteira assinada, de acordo com dados do Ministério do Trabalho.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Campanha Mundial pelo fim do trabalho infantil

O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil visa promover a conscientização e ações para o seu combate. O apoio ao Dia Mundial tem crescido a cada ano. Em 2010 nós esperamos que o Dia Mundial tenha o amplo apoio de governos e organizações de empregadores e trabalhadores e de agências do Sistema das Nações Unidas que cuidem da questão do trabalho infantil.

Comércio: Setor que mais cresce, não tem regulamentação

Pesquisa do Dieese - Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos que será divulgada na íntegra durante a realização do 3º Congresso Nacional dos Trabalhadores do Comércio e Serviços, aponta que os comerciários representam 18,6% do total da força de trabalho no país (total de 34,5 milhões de trabalhadores), sendo que apenas 7,3 milhões deles têm carteira assinada (dados do Ministério do Trabalho e Emprego).
A extensa jornada de trabalho continua sendo um dos principais problemas no setor. Em 2009, o comércio registrou a maior jornada média semanal praticada em quase todas as regiões metropolitanas pesquisadas, quando comparado com os demais setores de atividade econômica, segundo o Dieese.
Diante deste quadro é urgente que a profissão seja regulamentada, um dos temas que serão amplamente debatidos durante o Congresso. São mais de 60 anos de luta travada pelos dirigentes sindicais do setor.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Em defesa do trabalho das mulheres

A Comissão de Trabalho da Câmara aprovou projeto que estabelece uma penalidade para empresas que pagarem homens e mulheres de forma diferenciada. A multa, prevê a proposta, será de cinco vezes a diferença salarial verificada durante o período de contratação. A medida, se definitivamente aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), atinge as empresas que pagam menos às mulheres que estejam desempenhando as mesmas funções que colegas homens.

Senado homenageia Comerciários

Senado começa a semana com uma sessão solene para homenagear e comemorar o Dia do Comerciário. O requerimento para realização da sessão é do senador Paulo Paim (PT/RS). O evento abre as atividades do 3º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Comércio (CNTC). A sessão está prevista para esta segunda-feira (24), às 11 horas, no plenário do Senado.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Reajuste das Aposentadorias: Vitória

O presidente Lula deve sancionar hoje (21) o aumento dos aposentados acima do mínimo. Já o fim do fator do previdenciário, tudo indica, não deverá ter a mesma consideração do Governo. O Planalto entende que ainda não é possível eliminá-lo. A tendência é sua flexibilização, não seu fim.
O Senado Federal aprovou, na última quarta-feira (19), o PLV 2/10, que reajusta em 7,72% as aposentadorias e pensões da Previdência Social acima de um salário mínimo. A proposta que teve origem na MP 475/09, também acaba com o fator previdenciário.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Comerciários reúnem-se no Congresso da CNTC

Dias  24, 25 e 26 de maio, a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio - CNTC realiza o 3º Congresso Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços, em em Brasília. O evento deve reunir mais de 700 trabalhadores de todo o Brasil e tem como tema “Organizar para enfrentar os novos desafios”.

A CNTC é uma das maiores confederações do Brasil. Tem 813 Sindicatos e 30 federações filiadas, que representam em torno de 10 milhões de trabalhadores. Segundo a organização do Congresso, “os delegados vão debater e deliberar sobre as ações nacionais unificadas, a fim de enfrentar as mudanças que estão ocorrendo com o objetivo de melhorar a atuação dos dirigentes sindicais em defesa da preservação da segurança e saúde do trabalhador e dos direitos e conquistas”.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Oferta de trabalho bomba o primeiro quadrimestre do ano

Todos os principais jornais do país destacam nesta terça-feira, como seria de se esperar, o comportamento inédito, no primeiro quadrimestre do ano, da geração de empregos no país. Para se ter uma idéia, foram gerados em 120 dias 962.327, quase o mesmo total de postos de trabalho criados em todo o ano de 2009, 995 mil. Trata-se do melhor quadrimestre para a geração de empregos da história recente do país.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Trabalhdores são convocados para a Conclat

Em manifesto ao movimento sindical e à classe trabalhadora, os presidentes de cinco das seis centrais sindicais brasileiras reforçaram a mobilização para a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat).
Leia

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Doe Sangue e ajude a preservar uma vida!

Com o início do período de frio, os estoques de sangue caem até pela metade, prejudicando o abastecimento de hospitais. Para evitar que isso ocorra, a Secretaria da Saúde inicia neste final de semana uma campanha permanente de doação de sangue no período anterior ao inverno e durante toda a estação fria.

Para participar, basta ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e se dirigir ao hemocentro mais próximo para efetuar a doação. O procedimento é seguro e pode ajudar a salvar vidas. Também é recomendável que o doador esteja descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação) e ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas que antecedem a doação. Faça sua parte! Doe Vida!

Trabalhadores definirão plataforma unitária de lutas

Com o objetivo de discutir a construção de um projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil as Centrais –  Força Sindical, CUT, CTB, CGTB e Nova Central – convocam todos os segmentos da sociedade e lideranças sindicais para a realização da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora.
O evento será em 1º de junho, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, e reunirá dezenas de milhares de sindicalistas que vão aprovar uma plataforma unitária de reivindicações e lutas – e o manifesto dos trabalhadores – documentos que serão apresentados aos candidatos à presidência da República.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

13 de maio - Dia de Mobilização da Consciência negra

O dia 13 de maio, data da abolição dos escravos no Brasil, é, para os movimentos negros do país, mais um dia de mobilização e lutas por direitos e políticas públicas, resignificado pelo Movimento Negro, uma vez que ainda hoje, os negros no Brasil são alvos de discriminação por conta da cor da pele, violência e ataques até mesmo de agentes públicos.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A quantas anda: Redução da Jornada - Proposta aceita

Representantes das centrais sindicais, acompanhados pelos deputados Paulo Pereira da Silva (PDT/SP) e Dagoberto (PDT/MS) reuniram-se com o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB/SP) dia 11 de maio.
O grupo informou ao presidente que os sindicatos de trabalhadores concordaram com a proposta intermediária apresentada por Temer que poderia resultar em consenso a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 231/95.
A proposta em tramitação prevê a redução da carga semanal de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Com discordância entre sindicalistas e empresários, o presidente da Câmara sugeriu a redução gradual da jornada: 43 horas semanais em 2011 e 42 em 2012.
Ag.Diap

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Gêneros Diferentes, Direitos Iguais

A Cartilha 'Gêneros Diferentes, Direitos Iguais' está disponível. A publicação, elaborada pela Subcomissão de Gênero do MTE, traz informações sobre o trabalho doméstico, convenções já realizadas, a Lei Maria da Penha, assédio sexual e moral e prorrogação da licença maternidade.

Comerciários participam do 2o Encontro Nacional do FST em Brasília

terça-feira, 11 de maio de 2010

Mãos de Trabalhadora

Mãos de uma cortadora de cana em pleno século 21. Triste!
Foto publicada no portal Vermelho

segunda-feira, 10 de maio de 2010

O Poder das Balzaquianas

Gaudêncio Torquato
O detalhe pode parecer tênue no jogo eleitoral, mas fornece pistas para o deslocamento das peças no tabuleiro do pleito. Se alguém, de maneira abrupta, pinçar do colete a informação de que as balzaquianas poderão decidir o destino da campanha presidencial deste ano, não será levado a sério ou, com certa boa vontade da audiência, passará por questionamentos (...) As balzaquianas, termo não mais pejorativo, com senso crítico, firmeza e capacidade realizadora, serão o passaporte para o ingresso dos candidatos no coração e na mente do eleitor.
Leia


sexta-feira, 7 de maio de 2010

9 de Maio - Dia das Mães

Elas protegem, se divertem e vivem para nos fazer feliz. Acompanham o nosso crescimento e crescem, junto a cada sorriso, a cada lembrança e abraço! Mereçem todo amor do universo!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Movimento Sindical vence primeiro embate na questão das aposentadorias e fator previdenciário

Aposentados e trabalhadores comemoram e permanecem mobilizados porque a batalha não terminou. MP vai agora ao Senado e já há conversas e articulações para que a medida seja ratificada pelos senadores, independente de posição política - aliados ou oposicionistas. Governo estuda impacto político-eleitoral da matéria em caso de veto, pois, o prejuízo eleitoral será grande.

IBGE atesta o final da crise econômica

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE a indústria brasileira saiu da crise. È hora, portanto, das entidades que têm data-base de maio em diante buscarem negociações salariais mais vantajosas, além de buscar ampliar as cláusulas sociais. Agora é a hora.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Câmara: 7,72% para Aposentadorias e fim do Fator Previdenciário

O Congresso aprovou dia 4 de maio, 7,72% de reajuste para as aposentadorias da Previdência Social acima de um salário mínimo. O índice foi incluído na Medida Provisória 475/09 por meio de emenda do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) e corresponde à inflação acumulada pelo. INPC mais 80% da variação do PIB de 2008 para 2009.

Os deputados aprovaram também, por 323 votos a 80 e 2 abstenções, a emenda do líder do PPS, Fernando Coruja (SC), que acaba com o fator previdenciário a partir de janeiro de 2011. A MP segue para o Senado. (Confira como cada deputado votou essa emenda)

Festa do Trabalhador reúne 1,5 milhão de pessoas

Presente na Festa do Trabalhador, representando os comerciários do Estado de SP, o presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, afirmou na ocasião que a categoria que mais cresce no Brasil  não pode mais ser tratada como um mero agrupamento de trabalhadores; tem de deixar de ser ocupação e para ser uma profissão. Assim, os direitos dos comerciários serão ampliados e respeitados.

Tradicionalmente conhecida como responsável pela realização do maior 1º de Maio do mundo, desta vez, a Força Sindical não só manteve um número expressivo de participantes, cerca de 1,5 milhão de pessoas, como também recebeu ilustres convidados, entre sindicalistas, políticos e artistas famosos.

O Presidente Lula compareceu pela primeira vez deste que assumiu a presidência, a uma festa dos trabalhadores, acompanhado pela primeira dama Marisa Letícia, pela pré-candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, pelo pré-candidato ao governo de São Paulo, Aloísio Mercadante e pela pré-candidata ao Senado, Marta Suplicy, entre outras personalidades, como o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi e o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer.
Foto: Paulo de Tarso

terça-feira, 4 de maio de 2010

Política Trabalhadora

Em ano eleitoral que decide os rumos do país a politização do 1º de Maio é natural. O recado é claro: o movimento sindical de trabalhadores está dizendo que quer ocupar o papel político a que tem direito, inclusive sinalizando os candidatos de sua preferência. Como, aliás, fazem grandes Centrais pelo mundo. Por isso o trabalhador deve ficar atento aos candidatos realmente compromissados com suas causas.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Insulina e medicamento para colesterol na Farmácia Popular

A partir de maio, as farmácias que participam do programa Farmácia Popular – que vende medicamentos com até 90% de desconto – estarão oferecendo sinvastatina, usada no tratamento do colesterol ruim (dislipidemia), e a insulina regular para o diabetes. São 11.905 drogarias conveniadas no país.

Comemorações de 1º de Maio

A festa realizada pela Força Sindical e CGTB reuniu ppelos menos 1,5 milhão de pessoas em São Paulo. O presidente Lula e a ex-ministra Dilma Rousseff compareceram ao evento, ao lado do presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, Paulinho e do presidente da CGTB Antonio Neto. Paulinho detalhou as conquistas que os trabalhadores tiveram nos últimos anos, entre as quais, a negociação feita com o governo Lula, que resultou na política de valorização do salário mínimo. Também marcaram presença o presidente da Câmara, Michel Temer, senador Aloisio Mercadante, o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi e a ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy. Os Comerciários marcaram presença.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...