.

.

Info Comerciário 195/2019

quarta-feira, 25 de março de 2015

Atenção para os horários dos Salões de Beleza do Sindicato

Inteiramente gratuito para os associados (um procedimento por dia), o Salão de Beleza está à sua disposição, no 5º andar do Edifício Comerciário, à Rua Itororó, 79 - Centro - Santos, na sede do Sindicato, fone: (13) 2138-6060. Funciona de segunda à sexta-feira, das 9h às 18h. Você pode dispor de corte, escova, manicure, pedicure, sobrancelha.
 
Você também pode usufruir do Salão de Beleza na: Subsede São Vicente, à Rua Ipiranga, 251 - Centro - Fone: (13) 3468-9659. Das 11h30 às 17h30.
 
Subsede Praia Grande, à Rua Roberto Shoji, 654 - Boqueirão - Fone: 3473-9972. Das 9h às 14h e das 15h às18.

Abril Verde

Iniciado em 2014, o movimento Abril Verde tem por finalidade reduzir os acidentes no trabalho e os agravos à saúde do trabalhador, alem de mobilizar a sociedade para a prevenção das doenças que ocorrem em decorrência do trabalho. O mês de abril foi escolhido porque dia 7 comemora-se o Dia Mundial da Saúde e dia 28 o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Vamos participar?

Reforma Política já!


'Sacos de dinheiro' colocados em frente ao Congresso Nacional pedem o fim do financiamento privado de campanhas. A ação faz parte da Semana Nacional de Mobilização pela Reforma Política (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Governo estuda editar MP para política nacional de salário mínimo

Fonte: Diário do Litoral
O governo pode editar uma medida provisória (MP) com as novas regras para a política nacional do salário mínimo. A proposta foi discutida nesta manhã em reunião dos líderes da base aliada com os ministros Joaquim Levy (Fazenda), Carlos Gabas (Previdência) e Pepe Vargas (Relações Institucionais) no Palácio do Planalto. O Executivo deve anunciar a solução para a questão até amanhã.

Em nome do pacote de ajuste fiscal, o governo quer evitar a aprovação da política de reajuste do salário mínimo com o uso da mesma regra para aposentados e pensionistas. O projeto, que foi retirado de pauta na quarta-feira passada, poderá voltar ao plenário nesta semana. "Se houver uma MP, não tem por que votar" disse a líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ).

A líder do PCdoB explicou que a MP possibilita que a regra já entre em vigor e possa valer na previsão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. Jandira defende que o reajuste dos beneficiários da Previdência seja discutido em outra matéria, seja MP ou projeto de lei.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...