.

.

Info Comerciário 195/2019

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Fator tira R$ 60 bilhões do bolso do aposentado

Fonte: Diário do Litoral
O fator previdenciário, criado em 1998, que reduz aposentadorias precoces, já tirou dos bolsos dos trabalhadores do País, mais de R$ 60 bilhões. Expectativa do Governo indica que esse montante será somado, até o final deste ano, em mais R$ 10 bilhões, economia prevista com as aposentadorias que estão concedidas desde dezembro de 2013, quando entrou em vigor a nova tabela do IUBGE sobre a expectativa de vida do brasileiro.

Há 15 anos os trabalhadores vem sendo prejudicados pela aplicação do fator previdenciário, que ocorre no momento em que pedem as aposentadorias nos postos do INSS, com redução, que chega, em alguns casos, a ate 40%.

O fim do fator previdenciário é bandeira de luta das centrais sindicais, entretanto, sai ano e entra ano, e o Governo Federal vem mantendo o redutor.
A última divulgação da Tábua Completa de Mortalidade pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE) trouxe, mais uma vez, impacto direto na fórmula do fator previdenciário, usado para se calcular as aposentadorias do INSS. A esperança de vida ao nascer no Brasil subiu para 74,6 anos em 2012, e com isso, quem está se aposentar neste ano, sofre maior redução em seu benefício. É que a nova tabela é aplicada nos benefícios requeridos desde o dia 2 de dezembro de 2013.

Esperar é a solução

Fechado Acordo PLR com Telhanorte e Allied

Fonte/Foto: Fecomerciarios
Em 8 de agosto, a Fecomerciários fechou dois acordos de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) com grupos empresariais: a Telhanorte, de materiais de construção e reforma, e a Allied, varejista e distribuidora de celular.

A assinatura dos acordos foi coordenada pela presidente em exercício da Fecomerciários, Lia Marques, e pelo diretor de assuntos trabalhistas e jurídicos, Arnaldo Biloti.

Telhanorte
Com a empresa de materiais de construção, o acordo é de renovação do PLR referente a 2014 e, se as metas forem atingidas, beneficiará 100% dos funcionários de lojas, sedes e distribuidoras da Telhanorte em 16 cidades da base da Fecomerciários em todo do Estado de São Paulo. Serão 3.400 beneficiados.

Se 100% da meta for atingida, o pagamento será incluído na folha de pagamento de janeiro de 2015, que é paga no 5º dia útil de fevereiro. “No entanto, a partir de 97% da meta, a empresa paga 50% do valor da PLR; se ultrapassar os 100%, o valor também sobe”, garante Suzanny de Sá Garcia, gerente de relações trabalhistas e administração de pessoal da Telhanorte.
Além de Lia e Biloti, participaram da assinatura do acordo os dirigentes: Márcia Caldas (Rio Preto); Milton de Araújo (Jundiaí); Benone Cabelo Batista (Bauru); Ruy Queiroz de Amorim (Sorocaba); além da assessora Márcia Oliveira, da Fecomerciários.

Allied
Com a distribuidora Allied, o acordo de PLR, referente a 2014, prevê o pagamento a partir de 65% do salário bruto, isso se as metas forem atingidas.

“A participação será paga em duas parcelas, novembro deste ano e maio de 2015, e beneficiará 650 trabalhadores da empresa em São Paulo, Grande SP, Interior do Estado”, afirma Tuca Bernardo, analista de RH da Allied. 

Maternidade condenada

Foto: Ruy Fraga
Mesmo protegidos por diversas leis e tratados internacionais, mães encarceradas e seus filhos têm direitos violados.

“Eu tive dois filhos dentro do sistema penitenciário. O primeiro algemada pelos pés e pelas mãos” (...) Quando minha bolsa estourou, fiquei umas quatro horas esperando a viatura. Fui de bonde (camburão) pro hospital, sentada lá atrás na lata, sozinha e algemada. Tive meu filho algemada, não podia me mexer. Fui tratada igual cachorro pelo médico." (...)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...