Info Comerciário 194/2019

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Fórum em Rede amplia discussões sobre exploração infantil

A Fecomerciários realizou em 11 de junho, no Teatro Fecap (Fundação Álvares Penteado), na Capital, o “Fórum em Rede – Criança não Trabalha”, sob a coordenação do presidente da Fecomerciários e da UGT/SP, Luiz Carlos Motta. 

Cerca de 200 pessoas participaram do evento, que tem como objetivo, promover e incentivar ações nos municípios paulistas para combater o trabalho infantil, com a extensão de atividades integrais nas escolas a partir da inclusão de atividades multidisciplinares.

Motta disse que o “Fórum em Rede” é um dos mais importantes eventos da Fecomerciários, e que pretende estreitar parcerias para estimular mudanças para erradicação do trabalho infantil. “A Federação e os 68 Sindicatos Filiados são agentes de transformação efetivos desta realidade, com foco na implementação deste programa”.

O presidente Biloti participou do evento com a equipe comerciária, convicto de que a educação de qualidade, o incentivo ao aprendizado, o respeito à criança e ao adolescente formam a base para erradicar o trabalho infantil no país.

168 milhões de crianças realizam trabalho infantil no mundo

Fonte: Agência Brasil
A Organização Internacional do Trabalho, OIT, afirma que 168 milhões de crianças realizam trabalho infantil, das quais 120 milhões tem idades entre 5 e 14 anos e cerca de 5 milhões têm condições análogas à escravidão.

Segundo a agência da ONU, cerca de 75 milhões de jovens, entre 15 e 24 anos estão desempregados. Além disso, entre 20% e 30% das crianças em países de baixa renda abandonam a escola e entram no mercado de trabalho até os 15 anos.

Os dados estão no novo Relatório Mundial sobre Trabalho Infantil 2015 da OIT, preparado para o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil. A data é celebrada nesta sexta-feira, 12 de junho.

Brasil
Entre abril de 2014 e abril de 2015, 5.688 crianças e adolescentes deixaram a condição de trabalho infantil, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O órgão realizou 9.838 operações fiscais para apurar denúncias de trabalho infantil no Brasil.

Auxílio-Doença Acidentário

Fonte: Conselho Nacional de Justiça

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...