.

.

Info Comerciário 195/2019

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Mulheres das centrais fazem ato contra reforma da previdência


O ato, realizado em conjunto com o Fórum Nacional de Mulheres Trabalhadoras das centrais, contou com a presença de sindicalistas de diversos setores, entre os quais, químicos, metalúrgicos, alimentação, têxteis, edifícios e aposentados.

Neuza Barbosa, secretária da Criança e Adolescente da Força Sindical chamou a atenção da população para a luta do movimento sindical que tem como um dois principais objetivos sensibilizar a sociedade do quanto é importante a mobilização de todos para manter os direitos ameaçados.

“A união de todos, centrais, sindicatos, federações, confederações e demais setores organizados da sociedade, será fundamental para que tenhamos uma Previdência sem privilégios e justa para todos”, disse Neuza.

PLR beneficia 25 mil funcionários da Riachuelo

Fonte: Fecomerciários
Dia 26 de setembro foi ratificado acordo de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) entre a Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários) e a Riachuelo. A assinatura, referente ao ano de 2017, contempla 25 mil funcionários de todo o Estado de São Paulo e ocorreu na matriz da rede localizada na Capital paulista. Vale destacar que só neste Estado a Riachuelo possui cerca de 100 lojas. 

O acordo beneficia trabalhadores que cumprirem as metas estabelecidas e será pago da seguinte maneira: os funcionários das lojas receberão o valor dividido em duas parcelas e os que trabalham na matriz em parcela única.

O que faz um dirigente sindical ou representante sindical?

Fonte: DIAP/Cartilha para que serve e o que faz o movimento sindical
Além de representar e defender os interesses dos trabalhadores administrativa e politicamente, participando de negociações e eventos em defesa da categoria e dos trabalhadores como classe, faz um trabalho de mobilização e conscientização, com esclarecimentos às dúvidas e questionamentos da base. Ou seja, organiza e lidera a luta específica e geral dos trabalhadores, fazendo a intermediação e mediação de pleitos, interesses e reivindicações da categoria com os patrões e o governo (Poder Executivo), o Poder Legislativo e o Poder Judiciário.

Sua principal missão, entretanto, é prover que a entidade oriente o trabalhador sobre seus direitos trabalhistas e previdenciários, tanto no exercício de sua atividade, quanto na hipótese de dispensa, no momento da homologação.

Não pode nem deve aceitar que a entidade sindical burocratize a organização, sob pena de se criar estruturas de poder voltadas para promover e reproduzir os interesses dos próprios dirigentes em detrimento das bases.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...