Info Comerciário 195/2019

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Rodada eletrizante!

A rodada do torneio de futsal dos comerciários 2019, dia 22/10, foi eletrizante!. 

Os dois jogos da rodada foram o mais disputado e equilibrados até o momento, as quatros equipes da noite, estão de parabéns e merecem estar nesta fase do torneio.

O primeiro jogo aconteceu entre as equipes do Supermercado Krill de Cubatão contra a Lojas Decathlon de Praia Grande, com a vitória da equipe de Praia Grande por 7 x 5, e não parou por ai, no segundo jogo da noite com as equipes do Vem KI Tem, contra o Supermercado Roldão de Santos, apresentou um futebol surpreendente nesta fase, ganhado de um forte adversário invicto até o momento no torneio.

Foram jogos eletrizantes, com alternância de placar a todo momento e as quatro equipes estão de parabéns! 

Na noite, nesta quarta feira não haverá rodada, retornando os jogos no dia 24/10, com as seguintes partidas: Lojas Cem de São Vicente x Auto Center Car. Premier de PG, e o segundo jogo entre Lojas Decatlhon de praia Grande contra Roldão de Santos.

Venha participar!


Estamos reforçando o Outubro Rosa

Governo vai avaliar nova proposta de capitalização alterando a Constituição

Fonte: Folha de S.Paulo
O Ministério da Economia aguarda a conclusão da tramitação da reforma da Previdência no Congresso para avaliar a possibilidade de persistir no debate sobre a criação do regime de capitalização (em que cada trabalhador contribui para a própria aposentadoria).

A autorização para o lançamento do novo sistema estava na reforma da Previdência, mas foi retirada do texto pelo Congresso. Agora, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho pode retomar o debate após a promulgação do texto.

“A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho esclarece que vai avaliar, após a promulgação da PEC 6/2019 [proposta de emenda à Constituição que trata da reforma da Previdência], sobre a conveniência de retomar o debate da criação de um sistema de capitalização no Regime Geral de Previdência Social (RGPS), sob a orientação do Ministério da Economia”, afirma a nota.

O texto também informa que a eventual proposta seria feita de forma a alterar a Constituição. “Não está em estudo eventual encaminhamento de nova proposta pelo governo por projeto de lei complementar ou outra forma fora da Constituição”, diz o texto.

A nota foi divulgada após entrevista do secretário de Previdência, Leonardo Rolim, à Folha. Ele afirmou que, tecnicamente, seria possível criar um sistema de capitalização sem alterar a Constituição. “Olhando do ponto de vista técnico, jurídico, é viável implementar um sistema de capitalização sem precisar de uma PEC”, disse.

Quando perguntado se o governo iria apresentar nova proposta para a criação do novo regime até o fim deste ano, ele afirmou que o ministro Paulo Guedes (Economia) é quem definiria. “O ministro é quem define. Eu acho importante e eu imagino como algo que, pelo menos, para o futuro é um dos instrumentos para enfrentar o desafio do envelhecimento”, disse.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...