Info Comerciário 194/2019

terça-feira, 31 de agosto de 2010

150 mil serão qualificados para trabalhar na Copa

O ministro Carlos Lupi (Trabalho) lançou no Rio de Janeiro, na sexta-feira (27), o Plano Setorial de Qualificação (Planseq) da Copa do Mundo, para qualificar 150 mil trabalhadores até 2014. Os cursos, gratuitos, serão voltados para setores como turismo e transporte. O investimento será de R$ 124,3 milhões, provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

As 12 cidades-sede do mundial de futebol – Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife e Salvador – receberão o programa, que também beneficiará as cidades do entorno. O objetivo é treinar profissionais de serviços e atendimento direto ao público, para receber os turistas.

Áreas - Serão 25 cursos como bilheteiro de metrô e de trem, cobrador de ônibus, frentista, motorista de ambulância, de ônibus urbano e de táxi, camareiro, cozinheiro, garçom, guia de turismo, manobrista, mensageiro, telefonista, recepcionista, artesão, vendedor ambulante, baiana do acarajé e empreendedor individual, entre outros.
Agencia Sindical

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Trabalhadores tem sucesso nas negociações salariais

O primeiro semestre de 2010 registrou desempenho recorde nas negociações salariais entre sindicatos e empresas. Cerca de 97% dos acordos trabalhistas realizados entre janeiro e junho deste ano tiveram reajuste salarial igual ou acima da inflação, sendo 88% com aumento de ao menos 0,01% acima da inflação - os melhores resultados em 15 anos.
Levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) aponta que os acordos foram mais vantajosos aos trabalhadores na comparação com os dois últimos anos. A tendência é que os acordos realizados no segundo semestre superem os ótimos resultados deste primeiro semestre. A hora para demandar mais salário é agora porque a atividade está aquecida e a inflação em queda.
Diap
 

sábado, 28 de agosto de 2010

19º Congresso Sindical Comerciário: 100% aproveitamento


Luiz Carlos Motta, coordenador-geral do 19º Congresso Sindical Comerciário do Estado de São Paulo, Maria Augusta Caitano (Lia) e o sub-coordenador José Carlos Pelegrini (Nei) submeteram os encaminhamentos abaixo à avaliação da plenária, cerca de 800 congressistas, a fim de compor as deliberações do evento com base nas palestras proferidas e agrupadas na “Agenda Sindical Comerciária”. Foi aprovado:

11ª) Campanha Salarial: garantir a unidade em torno das reivindicações econômicas e sociais estimulando a participação de jovens e mulheres e publicando materiais conjuntos a serem distribuídos em toda base.

2ª) Formação Política: criar um grupo de estudos visando a qualificação dos dirigentes.

3ª) Participação da Juventude: motivar o engajamento e o comprometimento dos jovens no movimento sindical comerciário com a realização de seminários da juventude.

4ª) Valorização da Mulher: iniciar a adequação do estatuto da Federação na intenção de ampliar a participação feminina na Diretoria.

5ª) Comunicação: investir na estrutura de comunicação da Federação com o objetivo de estreitar ainda mais o diálogo com os Sindicatos Filiados.

6ª) Cidadania: ampliar os trabalhos da Fecomerciários para a haver inclusão dos excluídos no mercado de trabalho. Defender o meio ambiente com intensa participação dos Filiados no recém-lançado projeto Eco Comerciário.

7º) Concentrar esforços no Senado Federal para a agilização do Projeto 115 que trata da Regulamentação da Profissão do Comerciário.

19º Congresso Sindical Comerciário continua a todo vapor!

O segundo dia do Congresso começou com a palestra do Dr. Lair Ribeiro sobre “O Poder da Comunicação”, bem como a importância das técnicas de neurolinguistica e comunicação eficaz. A seguir, José Dirceu, discorreu sobre Ações Políticas, relatando sua experiência no governo Lula e destacando o potencial do Brasil em vários setores, bem como desafios a serem vencidos. 
Altamiro Borges, jornalista e escritor,deu sequência falando sobre Ações Sindicais, lembrando que a Fecomerciários já realizou uma série de debates regionais em várias cidades intensificando assim, suas ações. Segundo Miro, a redução de jornada, fim do Fator Previdenciário, eliminação da terceirização e avanços trabalhistas são bandeiras a serem defendidas não só pelos comerciários, mas por toda a classe trabalhadora. Segundo Miro, a comunicação, a formação e a aproximação são estratégias cujo resultado final é o acúmulo de forças. 

Em seguida, Antônio Rogério Magri, consultor sindical, reafirmou a importância da atitude firme dos dirigentes, principalmente na entrega da pauta de reivindicações ao patronato, e que o resultado efetivo do Congresso Sindical Comerciário depende do sucesso da Campanha Salarial e de propostas concretas para a categoria. 

Marta Suplicy marcou sua presença no Congresso conversando com os comerciários no refeitório do Centro de lazer. Marta destacou que o setor dos comerciários e práticos de farmácia é dos que mais crescem no país em razão das boas condições da economia. Falou dos desafios do Brasil para continuar se desenvolvendo e elogiou a iniciativa de ampliar a participação feminina na diretoria da Federação, defendendo a igualdade de gênero.
Fonte: Fecomerciários

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Comerciários da Força Sindical vão se filiar a UNIAméricas

O Secretariado Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da Força Sindical decidiu se filiar a UNIAméricas, que é a entidade internacional que representa os trabalhadores das áreas de comércio e serviço, que negocia com as grandes redes internacionais, disse Luiz Carlos Motta, coordenador do Secretariado.

Os sindicalistas decidiram também na reunião realizada no dia 26, na Praia Grande, concentrar esforços na regulamentação da profissão de comerciário e no estabelecimento de um piso nacional da categoria. Eles repudiaram também a interferência do Ministério Público do Trabalho (MPT), na manutenção do custeio das entidades sindicais.
Fonte: Portal Força Sindical

19º Congresso Sindical Comerciário reúne e agita categoria


O Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, abriu o 19º Congresso Sindical Comerciário, quinta-feira (26/08) aplaudido por mais de 800 congressistas. Personalidades políticas, sindicais e autoridades estiveram presentes, entre elas o deputado  Paulinho,  da Força Sindical, Miguel Torres, presidente interino da Força, José Roberto de Melo, superintendente do Ministério do Trabalho do Estado de SP, Ivo Dall'Acqua, representante da Fecomércio, além de dirigentes de outras categorias de vários Estados.

O Ministro Lupi parabenizou os comerciários, dizendo-se honrado por ter sido novamente convidado para participar desse evento que demonstra a união da classe trabalhadora. Já o deputado Paulinho reafirmou a importância da luta dos comerciários, reconhecendo ser esta uma das categorias que mais cresce no país, que deve firmar suas posições e estratégia, definidas através do congresso.

O presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, lembrou a importância deste encontro comerciário, que ao longo dos anos tem  orientado as ações sindicais em todo o Estado e estimulado ações decisivas para o  movimento sindical em geral. Assim este ano, após as exposições e debates serão apontadas metas práticas, como a realização de uma campanha salarial vitoriosa e a eleição, em todos os cargos, de representantes afinados com a classe trabalhadora.

Maria Augusta C. dos Santos Marques, a Lia, presidente do Sindicato dos Comerciários de Votuporanga e coordendora executiva do congresso, enfatizou a importância das mulheres na militância sindical; elas estão criando uma nova realidade e ampliando suas posições.

A Fecomerciários, através do presidente  Motta, homenageou o Ministro Lupi e o Deputado Paulo Pereira da Silva com placas de Cidadão Benemérito.

A participação do nosso Sindicato no congresso é uma oportunidade para ampliar o arsenal de ferramentas que utilizamos diariamente para trabalhar pela categoria.
Foto: Site Fecomerciários

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Centrais fazem campanha salarial unificada

A Força Sindical e a União Geral dos Trabalhadores - UGT, suas Federações e Sindicatos filiados – dos setores da indústria, comércio e serviços no Estado de São Paulo, realizaram manifestações unitárias, na manhã de 25/8, para a entrega das pautas de reivindicações das campanhas salariais de 2010 das categorias vinculadas à Fiesp - Federação das Indústrias e à Fecomércio - Federação do Comércio. 

Os sindicalistas decidiram que a campanha salarial deste segundo semestre, que reúne mais de 2 milhões de trabalhadores do comércio, indústria e serviços, será unitária. Durante as manifestações os dirigentes prometeram atuar conjuntamente nas negociações de cada categoria – de forma que, se em alguma delas precisar fazer greve, haverá o apoio das demais.


O presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, entregou aos patrões a pauta de reivindicações dos comerciários do Estado de SP. Lembrando que nosso Sindicato negocia separadamente com o Sindicato Patronal da Baixada.

FGTS amplia orçamento de 2010

O Conselho Curador do FGTS aprovou  uma ampliação de R$ 6 bilhões no orçamento do Fundo para 2010. Foram destinados R$ 3 bilhões em favor dos programas de habitação popular e outros R$ 3 bilhões em infraestrutura urbana por meio do Pró-Transporte, no âmbito do PAC, para em pavimentação de vias urbanas, drenagem de águas pluviais e redes de água e esgoto.

O FGTS é o principal financiador habitacional do país. No ano passado o fundo aplicou 35,4 bilhões no financiamento as áreas de habitação, infraestrutura e saneamento. Com a ampliação aprovada hoje o orçamento do Fundo para este ano reserva mais de 45,5 bilhões, sendo aplicados no financiamento habitacional R$ 29,9 bi; Infraestrutura urbana (R$ 11 bi) e saneamento básico (R$ 4,6 bi).
Blog do Trabalho

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

TV dos Trabalhadores já está no ar

A TV dos Trabalhadores (TVT) entrou no ar nesta segunda-feira (23). O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC firmou dois convênios para a transmissão da programação da emissora. Assim como em outros episódios da vida nacional, os metalúrgicos do ABC dão mais um passo histórico ao colocar na televisão brasileira o mundo do trabalho sob o ponto de vista dos trabalhadores. 

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Aumenta o nr de brasileiros que consideram boa a situação financeira da família

Os brasileiros estão satisfeitos com o momento atual do país e  desde março de 2008 não estavam tão otimistas quanto ao futuro próximo, revelou o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O ICC é composto por cinco quesitos contidos na Sondagem de Expectativas do Consumidor. É uma amostra de como anda a confiança das pessoas obtida durante entrevistas em mais de dois mil domicílios em sete das principais capitais do país.

Segundo o mais recente levantamento divulgado nesta terça e realizado entre os dias 30 de julho e 19 de agosto, aumentou a parcela de entrevistados que pretendem adquitir bens duráveis nos próximos seis meses.

Também cresceu o número daqueles que disseram-se satisfeitos com as finanças  pessoais e aumentou a parcela que afirma como “boa” a situação financeira da família. 

Ministro Lupi abre 19º Congresso Comerciário

O ministro do Trabalho Carlos Lupi, abre dia 26/8 o 19º Congresso Sindical Comerciário, realizado pela Fecomerciários, no Centro de Lazer dos Comerciários em Praia Grande. O evento vai reunir 65 sindicatos do Estado, filiados à federação, com a participação de cerca de 900 comerciários.

Na abertura, Carlos Lupi vai discorrer sobre o tema Ações Sindicais, Políticas e Cidadãs. Participam também do congresso Lair Ribeiro, José Dirceu, Antonio Magri, Roberto Cabrini, entre outros.

A Fecomerciários representa cerca de 1,5 milhão de comerciários e práticos de farmácia do Estado e o Congresso vai definir as deliberações, aprovadas pelos trabalhadores, que irão balizar as lutas comerciárias durante mais um ano.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Trabalhadores prejudicados pela greve dos peritos do INSS

A greve dos peritos do INSS já dura dois meses e provoca atraso de 400 mil perícias. Enquanto isso são prejudicados os trabalhadores que precisam receber o auxílio-doença. Pessoas que têm problemas de saúde ou sofreram acidente e precisam de uma avaliação médica para receber o benefício estão passando por uma situação constrangedora todos os dias. Ao chegar ao local na data marcada para perícia e enfrentar longas filas de espera, elas descobrem que não serão atendidas em função da greve.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Mulheres Trabalhadoras de olho na política

Mais de 1.500 mulheres sindicalistas de todo o país tiveram um encontro com Dilma Rousseff, dia 17/8, para entregar à candidata a “Plataforma das Mulheres Trabalhadoras para as Eleições 2010”. O documento, encaminhado por sindicalistas ligadas às Centrais CTB, CGTB, CUT, Força Sindical, NCST e UGT, contém várias propostas para ampliar os direitos das mulheres no mercado de trabalho.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Aposentados recebem primeira parcela do 13º salário

Pelo quarto ano consecutivo os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão receber, antecipadamente, a primeira parcela do 13º salário. Decreto nesse sentido, assinado pelo presidente Lula, já foi publicado no Diário Oficial. O adiantamento de 50% da gratificação é pago desde 2006, resultado de acordo firmado entre o Governo e as entidades representativas de aposentados e pensionistas. Segundo o decreto, o pagamento da primeira parcela será feito entre os últimos cinco dias úteis de agosto e os primeiros cinco dias úteis de setembro, com o crédito referente à folha de julho. A maioria dos aposentados e pensionistas receberá 50% do valor do benefício mensal a título de gratificação. A exceção é para quem passou a receber o benefício este ano. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente. Também recebem uma parcela menor que os 50% os segurados que estão em auxílio-doença.
Ag. Diap

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Lei vai agilizar os Processos do Trabalho

A lei 12.275 pretende reduzir o uso excessivo de recursos para retardar processos na Justiça do Trabalho e entrou em vigor dia 13/8. De acordo com a legislação, a parte que entrar com um agravo de instrumento – ferramenta usada, geralmente, para retardar a sentença final – terá que depositar 50% do valor do recurso negado inicialmente pelo tribunal. Antes não era necessário fazer nenhum pagamento.
Recurso - O presidente da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), Luciano Athaide, diz que a norma agilizará o andamento das ações trabalhistas. Um dos reflexos deverá ser a redução desse tipo de instrumento jurídico. Segundo ele, mais de 90% dos agravos de instrumento não são acolhidos. “A exigência do depósito é para que não se recorra de maneira a protelar o andamento das causas”, explica.

Eventos de Outubro

Já marcamos as datas para a Miss Comerciária 2010 e Festa Comerciária.

A escolha da nossa Miss, que irá participar do evento estadual, será no dia 23/10 na Humanitária e a 8ª Festa Comerciária, que comemora do Dia do Comerciário e o Aniversário do Sindicato será dia 31/10, no Associação dos Portuários. Vai ser bom demais! Todos os associados estão convidados. Breve divulgaremos o período para retirada dos convites.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

STF vai julgar revisão para aposentados até entre 1988 e 2003


O STF (Supremo Tribunal Federal) vai decidir se os segurados do INSS que se aposentaram entre outubro de 1988 e dezembro de 2003 e tiveram o seu benefício limitado ao teto da época têm direito à revisão.
O julgamento deve ocorrer ainda neste ano, segundo o STF. A decisão do Supremo deverá ser seguida pelos tribunais inferiores. A correção é devida porque o governo aumentou o teto da Previdência em 1998 e em 2003, mas não repassou os reajustes para quem já era aposentado.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Centrais discutem liberdade sindical com OIT

Como desdobramento da recente denúncia feita pelas Centrais Sindicais à OIT acerca da conduta anti-sindical praticada por alguns procuradores do Ministério Público do Trabalho, a instituição recebeu em sua sede, em Brasília, uma delegação de dirigentes sindicais. O presidente da Federação e tesoureiro da Força Sindical, Luiz Carlos Motta, participou da reunião ao lado de diversos dirigentes das Centrais. “A reunião foi produtiva. Uma das representantes da OIT, a Dra. Cleópatra, discutiu atentamente conosco questões sobre custeio e liberdade sindical, alvos constantes de ataques”, disse Motta. 

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Valor que o brasileiro considera mais

O bem-estar das pessoas que estão perto da gente é o principal valor dos brasileiros, de acordo com uma pesquisa feita pela ONU, em todo o país. O bem-estar da humanidade e da natureza é o segundo. Depois vem a segurança e a autodeterminação. O interesse pelo poder aparece em último lugar em uma lista de dez itens, onde os brasileiros mostram como se vêem, e não necessariamente como estão agindo. Interessante, não?

PIS 2010/2011

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

STJ reconhece direito à desaposentação

Desaposentação é a possibilidade do beneficiário(a) abrir mão da aposentadoria e tentar aposentar-se novamente, com rendimento melhor. Pode se candidatar a novo benefício aquele que se aposentou e continuou a contribuir com a Previdência.

O STJ -Superior Tribunal de Justiça inovou na possibilidade da desaposentação. A situação típica é quando a pessoa se aposenta proporcionalmente, mas continua trabalhando e contribuindo para o INSS e, posteriormente, usa esse tempo para conseguir aposentadoria integral.


Desaposentação é a possibilidade de abrir mão da aposentadoria e tentar receber outra com valor maior. Pode se candidatar a um novo benefício quem já se aposentou e continuou a trabalhar e a contribuir com a Previdência Social.
Na primeira e segunda instância, tem sido admitida essa possibilidade, mas é exigida a devolução dos benefícios já pagos.
Já o STJ tem entendido que, como a pessoa já contribuiu com a seguridade, não haveria por que devolver os benefícios pagos.
O ministro Hamilton Carvalhido considerou que abdicar da aposentadoria é um direito do beneficiado que depende apenas de sua própria deliberação.
"A aposentadoria é um direito patrimonial disponível [a pessoa pode abrir mão] e o interessado pode escolher o sistema que melhor lhe assiste", afirmou o magistrado.
Ag. Diap

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Idade da criança adotada define valor do salário-maternidade

Atualmente o salário maternidade é pago durante 120 dias e pode ter início 28 dias antes do parto. Em caso de abortos espontâneos ou previstos em lei (estupro ou risco de vida para a mãe), será pago o salário-maternidade por duas semanas.
A segurada que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção tem o período do pagamento definido pela idade da criança, variando entre 30 e 120 dias.
O valor do salário-maternidade também vai oscilar de acordo com a modalidade em que a segurada se enquadra. A trabalhadora que tem salário fixo receberá a remuneração devida no mês do seu afastamento.
Caso os vencimentos da beneficiada sejam variáveis, ela receberá o equivalente à média salarial dos seis meses anteriores. “As vantagens obtidas por meio de convenções, acordos coletivos, política salarial ou normas legais também integrarão seus salários”, ressalta a advogada trabalhista Alessandra Iara da Cunha.
A trabalhadora avulsa receberá o valor de sua última remuneração integral equivalente a um mês de trabalho. Para a empregada doméstica o salário-maternidade é equivalente ao último salário de contribuição, observados os limites mínimo e máximo do salário de contribuição para a Previdência Social.
Já a contribuinte individual e facultativa e a segurada em período de manutenção da qualidade de segurada receberão o valor correspondente à média dos 12 últimos salários-de-contribuição, apurados em período não superior a 15 meses, sujeito ao limite máximo do salário-de-contribuição. A segurada especial receberá um salário mínimo.
“Para a trabalhadora individual, facultativa e especial há exigência de, no mínimo, 10 meses de contribuição. Para as demais seguradas, não é exigido tempo mínimo de contribuição, bastando comprovarem a filiação à Previdência na data do afastamento ou na data do parto”, esclarece Iara da Cunha.
Desde setembro de 2003, o pagamento do salário-maternidade das gestantes empregadas é feito diretamente pelas empresas, que são ressarcidas pela Previdência Social. A empresa deverá conservar, durante 10 anos, os comprovantes dos pagamentos e os atestados ou certidões correspondentes.
As mães adotivas, contribuintes individuais, facultativas e empregadas domésticas terão de pedir o benefício nas Agências da Previdência Social. O benefício pode ser solicitado pelo portal da Previdência Social na Internet, pelo telefone 135 ou nas Agências da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais. (LJ)
Blog do Trabalho

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Baixo índice de sindicalização expõe trabalhadores às crises econômicas




Em reportagem publicada no jornal Valor Econômico, em 4/ago, o jornalista estadunidense Edward Luce, do Financial Times, escreveu a reportagem A agonia da classe média americana, sobre a crise dos extratos médios norte-americanos. O que chama a atenção na reportagem é o fato de o jornalista atribuir o agudo achatamento salarial da classe média norte-americana aos baixos índices de sindicalização dos trabalhadores do setor privado norte-americano.

"Menos de um décimo dos trabalhadores do setor privado americano pertence a um sindicato. As pessoas na Europa e no Canadá estão sujeitas às mesmas forças globalizantes e tecnológicas, mas fazem parte em maior número de sindicatos.

Com perfil individualista, o trabalhador oriundo da classe média - seja norte-americana ou de qualquer outra nacionalidade - estará sujeito às intempéries das crises cíclicas do capitalismo, pois não há solução individual para enfrentamento dessas crises.

Exemplo brasileiro
Quando a crise do sistema financeiro estadunidense atingiu a economia real brasileira, em setembro de 2008, o movimento sindical, por meio das centrais propôs uma série de medidas como forma de combater a estagnação da economia. As medidas deram certo e o Brasil foi o último a ser atingido pela crise e o primeiro a sair dela. Ficou a lição, não é possível combater as crises do capitalismo globalizado sem a organização dos trabalhadores em suas entidades de classe.
Agência Diap

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Expansão do Emprego tem sido generalizada

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Bruzarosco é o candidato da categoria Comerciária

Mafra, Jaime, Bruzarosco, Motta, Biloti, Luiz Carlos

Totalmente empenhado em representar os interesses dos comerciários e práticos de farmácia do Estado, Aparecido de Jesus Bruzarosco apresentou-se para a diretoria e funcionários do Sinpra e Comerciários de Santos, como candidato da categoria para a Assembléia Legislativa do Estado de SP.

Acompanhado do presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, Bruzarosco afirmou sentir-se honrado com a indicação feita durante do 18º Congresso Comerciário, garantindo que sua experiência junto a administração municipal de sua cidade, Ourinhos, será de grande valia, caso seja eleito. Sua esperança é conquistar um voto de confiança dos diretores e funcionários e que estes conquistem outros votos junto a seus familiares e amigos, para elegê-lo no cargo de representante da categoria junto ao poder público. Uma voz que pretende lutar por ações mais fortes juntos as secretarias estaduais da habitação, educação, relações e direitos do trabalho, transporte. Ele lembrou também o quanto o deputado Paulinho da Força tem feito pelos trabalhadores e que este merece e deve ser reconduzido à Camara Federal. 

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Movimento Sindical luta pela Convenção 158 OIT

Ao lado da redução da jornada de trabalho, a aprovação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) é a principal bandeira do movimento sindical brasileiro. As centrais pressionam o Congresso para que a convenção seja aprovada, algo que dificilmente ocorrerá ainda neste ano.

A Convenção 158, que impede as empresas de demitirem seus funcionários sem justa causa, foi aprovada pela OIT em Genebra (Suíça) em 1982, mas o acordo foi rompido pelo governo brasileiro após o Decreto 2.100, de 1996, assinado pelo então presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Primordialmente, a Convenção 158 visa atenuar a rotatividade no mercado de trabalho.
Ag.Diap

Novo Emprego, Salário Maior!

Reportagem do jornal Valor informa o recorde no número de trabalhadores que, por conta própria, foram desligados do emprego. Segundo a reportagem, de janeiro a maio deste ano, 30,5% dos desligamentos ocorridos no mercado deram-se a partir de pedidos de demissão. “Troca de emprego por mais salário bate recorde”, é o título da matéria. Como se lê, os trabalhadores estão trocando de emprego embalados por propostas mais vantajosas. Dois efeitos deste fenômeno já são sentidos, conforme informa o Valor. São a redução dos pedidos de seguro desemprego e o aumento da rotatividade no mercado formal de trabalho.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Eleitor deve observar debates para formar ou reforçar sua opinião

A TV Bandeirantes realiza, nesta quinta-feira (5), o primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República desde que começou a campanha eleitoral, no dia 6 de junho. Os três principais concorrentes - Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) - confirmaram presença. Eles ainda participarão de outros debates: RedeTV! (12 de setembro), Record (26 de setembro) e Globo (1º de outubro) dois dias antes do pleito. A MTV também vai fazer um no dia 10 de agosto, mas Dilma Rousseff não participará.
É de suma importância a observação do eleitor, para a formação de sua opinião.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...