Info Comerciário 193/2019

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Dia mundial do Meio Ambiente


Comerciários da Baixada Santista filiam-se à Força Sindical

Foto: Jaélcio Santana
O Sindicato dos Comerciários de Santos e Baixada Santista oficializou sua filiação à Força Sindical. O presidente da Central e deputado federal, Paulo Pereira da Silva – Paulinho da Força, recebeu a ficha de filiação das mãos do presidente do Sindicato, Arnaldo Azevedo Biloti.

Paulinho ressaltou que este é um momento decisivo para a luta dos trabalhadores brasileiros, e recebeu com grande satisfação a filiação de um sindicato tão forte e representativo para os comerciários de Santos e Baixada Santista. “Juntos, vamos tornar o movimento sindical cada vez mais forte e organizado para lutar pelos diretos dos trabalhadores de todo o Brasil”, afirmou Paulinho.

Com 60 mil trabalhadores na base, o dirigente sindical explica que a categoria está mobilizada e participando ativamente da luta contra as propostas das reformas trabalhista e previdenciária do governo. “A partir de agora iremos somar esforço, ao lado da Força Sindical, para que os trabalhadores não sejam prejudicados no que diz respeito aos seus direitos”, esclarece Biloti.Biloti defendeu o empenho e a unidade de toda a Central em torno dos direitos dos trabalhadores. “Entendemos que, neste momento, a Força Sindical é quem mais tem lutado pelos interesses dos trabalhadores”, afirma o sindicalista.

Além de Paulinho da Força, estavam presentes dirigentes sindicais da Baixada Santista e membros da direção Nacional da Força Sindical

Centrais intensificam ações para barrar reforma trabalhista no Senado

Fonte: Agência Brasil
Ante a possibilidade da reforma Trabalhista (PLC 38/2017) ser votada terça (6), pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, as Centrais Sindicais intensificam esforços junto aos 27 integrantes da CAE. O objetivo é evitar o avanço da matéria, altamente lesiva aos trabalhadores e ao sindicalismo.

A CTB convocou a base para fortalecer a mobilização. Haverá corpo a corpo nos aeroportos e vigília, na Capital Federal, a partir de amanhã. “A militância estará nos aeroportos desde segunda (5), abordando senadores. Em Brasília, vamos reforçar o contato com os parlamentares e acompanhar a votação", diz o secretário-geral Wagner Gomes.

Ele também antecipou à Agência Sindical na sexta (2) que o comando do movimento sindical volta a se encontrar hoje, na Nova Central, em SP, para avançar nas definições acerca de uma nova greve geral. “Somente com luta conseguiremos preservar os direitos trabalhistas das perversas reformas de Temer", destaca o presidente da CTB, Adilson Araújo, no site da entidade. Ele lembra que as reformas trabalhista e previdenciária só potencializam a recessão e a crise no País.

Reforma: Faltou ao trabalho paga multa

MPT DF/TO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...