.

.

Info Comerciário 194/2019

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Kits Bebê!


Os meses de outubro e novembro foram marcados pela entrega de Kits Bebê pelo Sincomerciários de Santos aos associados que estão prestes a se tornarem pais ou mães. Ao todo, seis famílias chegam à maternidade com produtos essenciais para os primeiros cuidados com os seus bebês. As entregas foram feitas pelos diretores do sindicato, Washington Vicente, Monalise Fadel e Jane Ricardo. 

Assistência realizadora
Para o presidente, Biloti, esse é um momento único na vida das pessoas: “Quando um filho nasce, os pais precisam se adequar a uma nova realidade. Por isso, é bastante realizador poder ajudar nesse momento tão especial dos comerciários e comerciárias de nossa região”.

PLR Lojas Renner é assinada.

Fonte: Fecomerciários
Dia 22/nov, o presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, assinou acordo de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) com as Lojas Renner. “Com a PLR ganham os trabalhadores, que veem seus esforços reconhecidos, e a empresa, mediante o aumento da produtividade”, observou Motta. 

Cumprimento de metas
O acordo beneficia os 4.752 funcionários das 101 unidades da rede Estado de São Paulo, desde que atingidas as metas de resultado operacional, cartões de crédito e vendas. Estas metas serão divulgadas em cada loja, antes do início do período a que se refere. As informações sobre seus cumprimentos, ou não, serão divulgadas no local de trabalho até cinco dias após o fechamento do período e os pagamentos, feitos em abril do ano seguinte ao da apuração, por ocasião da Assembleia Geral Ordinária.

Quase 8 milhões de brasileiros foram vítimas de fraudes no último ano

Fonte: Ag Brasil
Um estudo feito pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) estima que 7,8 milhões de brasileiros foram vítimas de fraude nos últimos 12 meses. Os dados mostram que a maior parte das ocorrências (41%) está ligada à clonagem de cartões de crédito.

De acordo com o levantamento, outros golpes mais comuns envolvem o uso indevido do nome para contratação de empréstimos (12%), falsificação de documentos para abertura de crediário (10%) e pagamento de boletos falsos (10%), e há ainda pessoas que foram vítimas de clonagem de cartão de débito (7%), falsificação de cheque (7%) e clonagem da placa de veículo (7%).

De acordo com o SPC Brasil, Além de prejuízos financeiros e constrangimento, o consumidor sofre com o tempo gasto para resolver os processos burocráticos para regularizar sua situação, como comprovar que não realizou compras indevidas ou resolver uma possível negativação do CPF. Para auxiliar a população na proteção contra fraudes, o SPC Brasil disponibilizou a ferramenta “SPC Avisa”. Com o serviço, o consumidor receberá informações via e-mail sempre que seu nome for incluído, excluído ou sofrer alterações cadastrais no banco de dados da entidade.

A pesquisa ouviu 800 consumidores em setembro de 2018 com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais, em 12 capitais das cinco regiões brasileiras. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais a uma margem de confiança de 95%.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...