Info Comerciário 194/2019

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O Espírito do Natal...

Nesta época do ano são muitas as cartas que chegam aos Correios endereçadas para Papai Noel, cheias de esperança e com um pedido para ganhar um brinquedo! 

Verdade seja dita, os Correios fazem um trabalho legal nestes casos, há 25 anos. Todas as cartas são abertas, lidas e respondidas. Mas o melhor é que estas cartas são colocadas em escaninhos, separadas por pedido, por exemplo: bicicleta, boneca, ursinho, eletroletrônico etc e ficam à disposição das pessoas que desejam fazer um algo mais do seu Natal, sendo o Papai Noel de quem está precisando! 

Legal isso!!!! Uma oportunidade para alegrar o Natal da gente mesmo, só imaginando quanto podemos encher de alegria um pequeno coraçãozinho.... Isso é o espírito do Natal!

Saiba mais no portal Papai Noel dos Correios

PLRs beneficiam comerciários


Fonte: Fecomerciários/Fotos: Eliomar
A Fecomerciários fechou acordo de Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) com quatro empresas nesta quarta-feira, 10 de dezembro. Na parte da manhã, as negociações ocorreram na própria Federação com as empresas Léo Madeiras e Osklen. Já no período da tarde, as assinaturas foram formalizadas com as redes Riachuelo e Magazine Luiza, em suas sedes administrativas, localizadas em São Paulo.

De acordo com Luiz Carlos Motta, presidente da Federação, milhares de comerciários, que alcançarem as metas estabelecidas pelas empresas, receberão o benefício. “Essas conquistas vem ao encontro dos objetivos da Fecomerciários, que luta constantemente para garantir melhores condições de vida aos trabalhadores”, comentou. 

Confira a seguir as empresas que formalizaram os acordos:

Léo Madeiras
A PLR na Léo Madeiras foi dividida em duas parcelas: a primeira foi paga em agosto de 2014 e a segunda será em fevereiro de 2015. O valor varia conforme as metas e os salários. O gerente de pessoal da Léo Madeiras, José R. R. Clementino,informou que o acordo beneficiará 180 funcionários e abrange as bases territoriais dos Sindicatos de São José do Rio Preto, São José dos Campos, Santos, Mogi das Cruzes e Sorocaba.

Osklen
No caso da Osklen, o acordo de PLR é novo e será pago em parcela única (até 30 de abril de 2015). Rodrigo Paradiso, analista de departamento pessoal e que representou a empresa no encontro, comentou que cerca de 80 trabalhadores, nas bases territoriais dos Sindicatos de Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Jundiaí e Sorocaba a receberão.

Riachuelo
O benefício foi dividido em duas parcelas: a primeira paga em julho de 2014 e a segunda até 30 de janeiro de 2015. O gerente do departamento de relações trabalhistas e sindicais da Riachuelo, Edson Santos, afirmou que 3.600 funcionários, que compõem 56 lojas da rede, serão beneficiados.

A negociação inclui as bases territoriais dos Sindicatos de Bauru, Botucatu, Caraguatatuba, Campinas, Cotia, Guaratinguetá, Itapetininga, Tatuí, Jacareí, Jundiaí, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sertãozinho, Sorocaba e Santos

Magazine Luiza
A PLR será paga até o dia 30 de abril de 2015 (em parcela única) e, de acordo com Romeo Romulo Ruggiero, gerente de Recursos Humanos da rede Magazine Luiza, beneficiará 7.300 funcionários. Ele também afirmou que o valor depende do lucro obtido por cada loja.

A reunião para assinatura das PLRs contou com a presença do diretor de assuntos trabalhistas e jurídicos da Federação e presidente do Sincomerciários BS, Arnaldo Azevedo Biloti.

Que tal acompanhar a rota de Papai Noel?

Saiba sobre Licença Maternidade

Tribunal Superior do Trabalho - TST

Reunião das Centrais com Dilma foi produtiva


Fonte/Foto: Fecomerciários
O presidente da UGT/SP e da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, avaliou como produtiva a reunião de representantes das Centrais Sindicais com a presidente Dilma Rousseff, dia 8 de dezembro, no Palácio do Planalto – encontro convocado pela própria presidente. Motta acredita na disposição de Dilma em desenvolver negociação para destravar os principais itens da pauta trabalhista.


“A presidenta reafirmou uma série de compromissos: ampliar o diálogo com os representantes dos trabalhadores, assegurar a garantia da geração de emprego e renda e a política de valorização do salário mínimo, corrigir a tabela do Imposto de Renda para 2015 e buscar medidas alternativas ao fator previdenciário”, disse Motta.

Assim mesmo, as Centrais estão desenvolvendo uma ampla agenda para a classe trabalhadora em 2015, voltada para o desenvolvimento do país e que promova uma distribuição de renda justa e trabalho decente para todos. Para Motta, é preciso que as entidades sindicais se organizem mais, mantenham a unidade, e mobilizem os trabalhadores em torno dessa agenda, especialmente diante da composição mais conservadora do novo Congresso Nacional.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...