.

.

Info Comerciário 195/2019

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Poesia Comerciária

Faço Parte   (1ª colocada)
Fabiana Munhoz dos Santos Carito

Eu faço parte:
De cada coração...
Que pulsa
No planeta Terra,
Da semente que germina,
De tudo que alegra,
Da alma ativa
E de todo amor...
Que se reparte.
Eu faço parte:
Desta multidão...
Deste mundo em rotação,
Que semeia gratidão
E não se abate.
Eu faço parte:
Do grão de areia...
A onda que bate
E faço questão...
De nunca estar à parte!


Pode Entrar...  (3ª colocada)
Luiz Antonio da Silva

Só quero que me tire do chão
Que eu saia do meu eixo
Bagunce meu cabelo
Me coloque para dormir
Pode entrar na minha vida sem bater
Pedindo licença ou não
Só quero que mexa com os meus sentimentos mais profundos
Sentir calafrio com a sua voz
Sanidade para que?
Se os loucos vivem melhor
Viver com intensidade sem olhar a quem
Só bate a porta quando sair e leve a chave para voltar...

Eu!  (menção honrosa)
Ana Paula Pedro Vallejo

Eu me reinvento...
Eu aceito, me deito, acerto, inverto, entorto, apronto, vivo o ponto.
Não passo o acaso, não vivo o passado, não mando recado e se faço desfaço.
Se sei não sei se sabe não sabe e quem sabe?
Você sabe?
Ah se diz que sabe é que pouco sabe e falta muito para saber se realmente sabe?
Tenho "bestice", "estranhice" e quem nunca viveu na "bestagem" ou na "esquisitagem" para ter a vida de “cafestagem”.
O negócio é se reinventar e por mais insanos e mais sãos que podemos ser viva!
Porque me reinvento, para não viver na mesmice, de uma vida de babaquice onde sou feliz com as minhas esquesitices.

MP que revisa auxílio-doença perde validade nesta 6ª feira

Fonte: CNTC  - Victor Zaiden
A Medida Provisória (MP) 739/2016, que instituiu um bônus aos peritos do INSS que realizassem exames de revisão em beneficiários do auxílio-doença e da aposentadoria por invalidez perde a validade nesta 6ª feira (04/11).

O governo estuda, porém, que o assunto seja incluído por sua base no Congresso em outra medida provisória a ser enviada na próxima semana. Isso porque o Poder Executivo não pode no mesmo ano editar nova medida provisória com o assunto de MP que tenha perdido a validade.

Na prática a revisão dos benefícios poderá continuar sendo feita, porém o governo não está mais autorizado a pagar o bônus aos peritos do INSS. Dessa forma, os atendimentos voltarão ao normal aos poucos.
O bônus aos peritos estava atrasando ainda mais as perícias dos trabalhadores que recorriam ao INSS para solicitar auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e outros benefícios.

A MP 739 chegou a receber um substitutivo (Projeto de Lei de Conversão) na Comissão Especial, porém não foi votado a tempo nos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

Associados do Sindicato conquistam a 1ª e 3ª posição do 3º Festival de Poesia alem de uma menção honrosa!

Categoria Comerciários:
Fabiana Munhoz dos Santos Carito (Sacaria Santista), nossa associada, foi a grande vencedora do 3º Festival de Poesia da Fecomerciários, com o poema "Faço Parte" conquistando o prêmio de R$ 2.500,00. A poetisa já havia conquistado o 2º lugar em 2015 e o 3º lugar em 2013. 

Nesta edição, o 2º lugar (R$ 1.000,00) ficou com Carla Ceres (Eletrônica Leroy/Piracicaba), com “Parte do Jogo”. O 3º lugar (R$ 500,00) ficou para mais um representante de nosso sindicato, Luiz Antonio da Silva (DSF Serviços e Fornecedora de Navios/Santos), com  “Pode Entrar”. 

O Sincomerciáriso ainda teve mais um representante, agraciado com Menção Honrosa: Ana Paula Pedro Vallejo (Santos). 

Os demais agraciados foram: Angélica Galvão de Noronha (Itapetininga); David William de Araújo Plassa (São Paulo); Gisele Dias Fernandes de Souza (Lucélia); Judite Alves Costa (Jales); Raquel Santos de Andrade do Vale (Assis); Sanderly Cardoso de Oliveira (São José dos Campos).

O presidente Biloti, muito orgulhoso, externou sua grande alegria pela premiação de três comerciários da região da Baixada Santista, um celeiro de talentos revelados pelo Festival, tornando a disputa mais acirrada e consolidando o concurso na grade de eventos da Federação.

Categoria Geral: 
- 1º lugar: (R$ 2.500,00) - Cefas de Carvalho Silva (natural de São Paulo e residente em Parnamirim/RN), com “In-versos”.
- 2º lugar: (R$ 1.000,00) - Pedro Luiz Dias Galuchi (São Paulo), com “Essência (das Marias)”.
- 3º lugar: (R$ 500,00) - Rodolfo Minari (natural de Araçatuba e residente em Rio Branco/AC), com “Canto da Moça na Beira da Fonte”.

Menções Honrosas: Denivaldo Piaia (Campinas); Eduardo Aleixo Monteiro (São Paulo); Lígia dos Santos Monteiro (Assis); Maria Luzia Villela (Araçatuba); Osvaldo Duarte (natural de Lutécia/SP e residente em Vilhena/RO); Paulo Ricardo Morais Silveira Junior (Barueri); Renata Cristina Alves (Tabatinga).

Na categoria Comerciários (exclusiva para comerciários paulistas) houve 67 inscritos e na Categoria Geral (autores nascidos ou residentes no Estado de São Paulo), foram 227 inscritos, totalizando 294 trabalhos. O local e a data da cerimônia da premiação serão divulgados em breve.

Veja se você está na lista para receber atrasados do INSS

Fonte: Diário de S. Paulo
Os segurados que ganharam uma ação contra o INSS com valor acima de 60 salários-mínimos devem ficar atentos. Isso porque eles podem estar na lista de beneficiários dos atrasados neste mês.

Para saber se está neste lote de pagamentos, é preciso verificar a data em que o pagamento foi autorizado pelo juiz. Receberá agora quem teve a ação liberada entre os dias 2 de julho de 2014 e 1 de julho de 2015.

Para os precatórios, como são chamados esses atrasados maiores, o pagamento ocorre apenas uma vez por ano. O CJF (Conselho da Justiça Federal) libera os valores aos tribunais, que repassam aos segurados.

Ainda não há a data exata para o dinheiro cair na conta dos segurados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, segundo o TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3 Região). Porém, se o beneficiário quiser saber se foi um dos agraciados, pode fazer a consulta pelo site www.trf3.jus.br.

Para entrar na consulta processual, será preciso informar o número do CPF. O primeiro ponto que precisa ser analisado é se, de fato, o pagamento será feito por meio de precatório.

Será preciso observar em “procedimento” se aparece a sigla PRC. Isso  sinalizará que a ação é maior do que 60 salários. Se o atrasado foi autorizado pela Justiça em 2014, o mínimo é de R$ 43.440. Se foi em 2015, será a partir de R$ 47.280.  

Depois, é necessário analisar qual o ano da proposta. Se aparecer 2016, o pagamento será neste mês. Se o pagamento foi liberado entre  2 de julho de 2015 e 1 de julho deste ano, o segurado só receberá o dinheiro no ano que vem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...